quinta-feira, 10 de maio de 2018

Conselho do Apóstolo: Não sei lidar com as crises depressivas da minha esposa



Todos os dias, o Apóstolo Estevam Hernandes leva uma palavra esclarecedora aos ouvintes e telespectadores durante o “Renascer”, seu programa matinal na Rede Gospel de TV e de Rádio.

Confira, a seguir, os conselhos que ele deixou para o Reginaldo Silva:

Dúvida: Tenho uma esposa maravilhosa. Sempre nos demos muito bem. Mas, ultimamente, a nossa convivência virou um inferno. Ela foi diagnosticada com depressão e síndrome do pânico. Vive isolada e chorando. Não tem ânimo para nada, inclusive perdeu o emprego. Não sei lidar com essa situação. Ela não reage! Estamos infelizes. Não vejo mais caminho para nós. Neste período, um antigo amor reapareceu, e isso me deixou mais confuso. O que eu faço?

Conselho: Em Provérbios 17.17, está escrito: “Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão!”.

O seu relacionamento está passando por uma terrível tempestade. Por um lado, sua esposa está doente. Pelo outro, você está prestes a cair em uma grande armadilha.

Quando vocês se casaram, fizeram um voto de que estariam juntos tanto nos bons quanto nos maus momentos. Sua esposa precisa de você. Ela não está doente porque quer!

 O que você deve fazer? Deixá-la para trás? Não! Você precisa ir à luta com ela! Abandoná-la neste momento de fragilidade é covardia!

Casamento envolve fidelidade e lealdade! Vocês têm uma aliança... Você precisa honrá-la.

Você está sendo egoísta e está em busca da sua felicidade. Eu tenho uma notícia para você: é impossível ser feliz sendo infiel! Você quer ser feliz? Lute pelo seu casamento.

Este antigo amor que apareceu é um laço do inimigo preparou para te aprisionar. Se você se entregar a isso, sua situação vai piorar!

Eclesiastes 7.26: “E eu achei uma coisa mais amarga do que a morte, a mulher cujo coração são laços e redes, e cujas mãos são grilhões; quem agradar a Deus escapará dela; mas o pecador virá a ser preso por ela.”

Você precisa ajudar sua esposa a enfrentar esta doença! Leve-a à igreja, procure entender a origem desta depressão e desta síndrome do pânico! Faça uma campanha de jejum por ela, procure acompanhá-la e apoiá-la neste tratamento.

Romanos 12.17: “Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram...”

 Eu tenho certeza de que ela será liberta, e vocês terão o casamento de vocês restaurado!

Clique aqui e acompanhe o conselho na íntegra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.