quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

A nossa conquista começa no mundo espiritual


Filipenses 4.8: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.”

Um dos princípios da conquista é a ocupação de espaços. Deus envia Abraão para o Egito, pois queria que ele ocupasse um espaço até então não ocupado. Mas Abraão precisava entender que aquela conquista também seria o reflexo de uma ocupação espiritual.

Para ocuparmos espaços materiais, precisamos, em primeiro lugar, ocupá-los espiritualmente!

O nosso interior também é um espaço disputado! Ou ele pode ser ocupado pelo Espírito Santo ou por forças malignas!

1 Coríntios 6.19: “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?”

Mateus 12.43 a 45: “Quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares áridos procurando repouso, porém não encontra. Por isso, diz: Voltarei para minha casa donde saí. E, tendo voltado, a encontra vazia, varrida e ornamentada. Então, vai e leva consigo outros sete espíritos, piores do que ele, e, entrando, habitam ali; e o último estado daquele homem torna-se pior do que o primeiro. Assim também acontecerá a esta geração perversa.”

Precisamos ter consciência de que:

1- Ocupar espaços é necessário para descobrirmos que somos e quem nos enviou.

Gênesis 12.1 a 4: “Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção!

Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra. Partiu, pois, Abrão, como lho ordenara o SENHOR, e Ló foi com ele. Tinha Abrão setenta e cinco anos quando saiu de Harã.”

Abraão precisava entender que ele era ungido e que Deus tinha um grande plano para realizar nele e através dele!

2- Precisamos ser proativos e ter disposição espiritual para ocupar a posição que o Senhor determinou para nós!

Gênesis 13.17: “Levanta-te, percorre essa terra no seu comprimento e na sua largura; porque eu ta darei.”

Aquela era uma ocupação física e espiritual. Abraão tinha que percorrer a terra e, profeticamente, ocupar os espaços que seriam conquistados, partindo do principio de que aonde colocarmos a planta de nossos pés, o Senhor nos dará por herança.

Josué 1.3: “Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu prometi a Moisés.”

3- Deus nos enviou para ocuparmos lugares altos.

2 Samuel 5.5 a 9: “Em Hebrom, reinou sobre Judá sete anos e seis meses; em Jerusalém, reinou trinta e três anos sobre todo o Israel e Judá. Partiu o rei com os seus homens para Jerusalém, contra os jebuseus que habitavam naquela terra e que disseram a Davi: Não entrarás aqui, porque os cegos e os coxos te repelirão, como quem diz: Davi não entrará neste lugar.

Porém Davi tomou a fortaleza de Sião; esta é a Cidade de Davi. Davi, naquele dia, mandou dizer: Todo o que está disposto a ferir os jebuseus suba pelo canal subterrâneo e fira os cegos e os coxos, a quem a alma de Davi aborrece. (Por isso, se diz: Nem cego nem coxo entrará na casa). Assim, habitou Davi na fortaleza e lhe chamou a Cidade de Davi; foi edificando em redor, desde Milo e para dentro.”

Josué não havia conseguido conquistar a parte mais alta da terra, ou seja, o local mais importante. Mas Davi se levantou para ocupá-lo.

Não podemos nos conformar com os lugares baixos! O Senhor tem muito mais para nós!

É tempo de assumirmos nossa posição e avançarmos!


1 Coríntios 2.9: “... mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.