segunda-feira, 9 de abril de 2018

Uma mente conquistadora


Mateus 11.12: “Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele.”

Jesus estava ensinando princípios espirituais profundos aos seus discípulos. Na passagem acima, ele falou sobre como o Reino de Deus fora anunciado e sobre o que é necessário fazer para que ele se manifeste em nossas vidas!

Infelizmente, muitas pessoas têm optado em viver de maneira limitada, em vez de se esforçarem para atingir novos patamares.

Para deixarmos de ser achatados pelos problemas que nos cercam, é necessário desenvolver uma mente conquistadora. Mas, para isso, precisamos:

1- Manter o equilíbrio diante das adversidades

Filipenses 4.5 a 8: “Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor. Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.

Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.”

Tiago 1.5 a 8: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa; homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos.”

2- Em vez de focar nos problemas, enxergue as oportunidades!

Quem procura culpados não encontra solução!

3- Ter no espírito a certeza de que as muralhas vão cair, porque o nosso trabalho não é vão no Senhor

Josué 6.1 a 7: “Ora, Jericó estava rigorosamente fechada por causa dos filhos de Israel; ninguém saía, nem entrava. Então, disse o SENHOR a Josué: Olha, entreguei na tua mão Jericó, o seu rei e os seus valentes. Vós, pois, todos os homens de guerra, rodeareis a cidade, cercando-a uma vez; assim fareis por seis dias.

Sete sacerdotes levarão sete trombetas de chifre de carneiro adiante da arca; no sétimo dia, rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as trombetas. E será que, tocando-se longamente a trombeta de chifre de carneiro, ouvindo vós o sonido dela, todo o povo gritará com grande grita; o muro da cidade cairá abaixo, e o povo subirá nele, cada qual em frente de si.

Então, Josué, filho de Num, chamou os sacerdotes e disse-lhes: Levai a arca da Aliança; e sete sacerdotes levem sete trombetas de chifre de carneiro adiante da arca do SENHOR. E disse ao povo: Passai e rodeai a cidade; e quem estiver armado passe adiante da arca do SENHOR.”

Ele recebeu a ordem de Deus e conseguiu processar em sua mente o que ainda era apenas uma promessa. O grande problema é que não temos dentro de nós a certeza da vitória


Temos que marchar contra nossos adversários com a certeza de que Deus está no controle! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.