segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

A voz de Deus te chama para um novo tempo!

“Eu me importo!” é o tema do Acampa 17. São quatro dias de ministrações, comunhão, muita música, diversão e salvação.


Nesta segunda-feira, dia 27, os milhares de jovens que estão na Fazenda Renascer, em Mairinque, interior de SP, receberam a palavra que tem revolucionado o evangelho no país.

Apóstolo Estevam Hernandes trouxe uma ministração impactante com base no tema “A voz que acorda Samuel” e na passagem bíblica de 1 Samuel 3.

“Deus tem um propósito poderoso para a sua vida. Mesmo nas situações incompreensíveis, o Senhor tem planos superiores”, introduziu. “Tudo o que é superficial morre! Mas, tudo o que está enraizado em bases sólidas dura passa sempre. Vocês são frutos de um ministério cuja base é Jesus Cristo. Hoje, nesta manhã, eu vim trazer uma palavra transformadora!”, acrescentou ele.

“Samuel morava no templo, ele estava sendo criado por Eli. Ele tinha referenciais humanos que ele respeitava, mas que não eram suficientes para que ele se conectasse com Deus. Samuel teve uma série de frustrações. Ele sabia que Deus existia, ele conhecia os princípios espirituais, mas o Senhor não se manifestava na vida dele. Esta, querido, é a porta para a religiosidade”, afirmou.


“Samuel estava no lugar onde Deus habitava, mas não O conhecia. Quantas pessoas estão na igreja, mas não conhecem a Deus de verdade? Lá no templo, ele ouvia varias vozes: a voz da prostituição dos filhos de Eli, a voz da omissão, a voz da conivência, a voz da indiferença... Ele foi invadido por uma série de conflitos. A juventude é a fase em que mais temos conflitos interiores, porque é uma fase de definições!”, conscientizou.

“Há muitos sons e vozes no mundo. Você pode ouvir a voz da serpente. Você pode ouvir o som do vento. Você pode ouvir as vozes confusas no meio de uma multidão. Você pode ouvir o som do caos. Há vozes que vêm do inferno para nos assombrar, nos oprimir, nos aterrorizar. Existe, porém, uma voz que é soberana, mas que as pessoas não conseguem identificar se não tiverem uma ação do Espírito Santo; e esta é a voz de Deus. Samuel ouviu a voz de Deus, mas não conseguia identificá-la”, afirmou após ler 1 Coríntios 14.10.

“A voz de Deus, querido, está dentro de você, porque Ele sonda os nossos corações!”, disse.

Acompanhe, a seguir, os principais trechos da ministração:


Passagens bíblicas importantes: Gênesis 3, Apocalipse 2.9, 1 Timóteo 4.1, João 10.27, Ezequiel 43.2, 1 Coríntios 14.2, Apocalipse 13.9, Jeremias 22, Atos 9.4 e Isaías 6

Existem muitas vozes que querem se sobrepor à voz de Deus. A de Satanás é uma delas. Deus se comunicava com Adão e Eva através da voz! Todos os dias, à tarde, o Senhor falava com eles. Mas, infelizmente, Eva ouviu uma voz diferente, uma voz sedutora! Essa é a voz que destrói a razão humana e o nosso poder espiritual de resistência! É uma voz que, em vez de entrar no espírito, entra na carne, despertando o desejo pelo pecado. E nós sabemos que pecado gera a morte!

Nós, infelizmente, estamos vivendo o evangelho do humanismo. As pessoas não pregam mais sobre a vida eterna. Elas estão mais preocupadas com as roupas que vão usar, com a casa que vão morar, com o carro que vão usar... do que com o lugar onde vão passar a eternidade.

Você tem o direito de viver a melhor vida na terra, você só não tem o direito de trocá-la pela eternidade! É na vida terrena que nós vamos determinar nossa vida na eternidade.


Diferente da voz do inimigo, a voz de Deus é a voz da orientação, da consolação, da exortação, da pacificação, da restauração, da cura, da libertação, do amor... A voz de Deus é como a voz de muitas águas! E essa voz está aqui para invadir o seu interior. Deus quer que você seja a voz d’Ele aqui na terra.

 Precisamos entender que o dialogo de Deus conosco são as línguas estranhas, aquelas que só o Senhor discerne, que só o espirito discerne. Quando falamos em línguas espirituais, a voz do Senhor se move dentro de nós. Desta forma, nós falamos em mistérios com Ele! É desta forma que eu expresso o que eu sinto e me fortaleço.

A voz de Eli Samuel conhecia, mas, agora, Ele precisava conhecer voz de Deus! Peça para que o Senhor te dê esta experiência, nesta manhã. Porque, depois dela, você nunca mais será o mesmo! Haverá uma revolução!

A voz de Deus tem para nós um chamado ministerial. É a voz que disse para Elias: “Saia desta caverna, porque eu tenho uma grande obra para realizar na tua vida!”.

Todos os sons têm sentido, e nenhuma promessa volta para os céus! Hoje, o Senhor te fala: “Você é Meu filho amado, em quem Eu quero me alegrar! Você é Meu ungido, Meu eleito!”. 


Todos aqueles que ouviram a voz do Senhor – Elias, Samuel, Isaías, Paulo... – foram considerados loucos, mas eles viveram a vida que Deus havia planejado. Escolha viver o que Deus planejou!
  
Não importa que muitos tenham voltado atrás, o que importa é que eu ouvi a voz d’Ele e escolhi segui-la! A voz d’Ele está dentro de você! Ela te chama para uma grande obra! Ele te fala hoje: “Samuel, Samuel, eis que vou fazer uma coisa em Israel, a qual todo o que a ouvir lhe tinirão ambos os ouvidos!”.

Deus te chamou para uma grande revolução! A voz de Deus te chama para um novo tempo!

Transmissão ao vivo

Os telespectadores da Rede Gospel de Televisão e os internautas puderam acompanhar a transmissão ao vivo deste encontro empolgante e revolucionário.


Redação iGospel

Fotos: Sarah Brito, Abdiel Silva e Fellipe Puppo

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Acampa 17: Ministração do Apóstolo será transmitida pela Rede Gospel


“Eu me importo!” é o tema do Acampa 17. São quatro dias de ministrações, comunhão, muita música, diversão e salvação. E, na segunda-feira, dia 27, você vai poder acompanhar, ao vivo, na Rede Gospel de Televisão, a palavra que tem revolucionado o evangelho em nosso país.

Apóstolo Estevam Hernandes ministra direto da Fazenda Renascer para os mais de três mil jovens presentes, e você vai poder acompanhar, na íntegra, esse encontro empolgante e revolucionário.

A palavra será transmitida a partir das 10 horas da manhã.



Redação iGospel

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Transformando convicções em atitudes!


Josué 1.6 a 9: “Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. 

Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.”. 

Existem muitas intranquilidades que tomam conta dos nossos corações. A questão é: Como superá-las? 

Como transformar convicções e discursos em atitudes? Esse é um dos maiores desafios entre os cristãos. 

Através da vida de Josué e das experiências que ele teve com o Senhor, podemos identificar a solução para essas questões. Hoje, eu gostaria de citar algumas: 

Em primeiro lugar, entender que o Senhor também se relaciona conosco através da promessa, e que Ele não falha! 

Todos nós temos uma promessa. Mas precisamos entender que a concretização dela depende, e muito, de nossas atitudes. Depende da nossa fé e da nossa postura diante das dificuldades.

Isaías 55. 10 e 11: “Como a chuva e a neve descem dos céus e não retornam para eles sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, a fim de que ela produza sementes para o semeador e pão para os que dele se alimentam, assim também acontece com a Palavra que sai da minha boca: Ela não voltará para mim vazia, mas realizará toda a obra que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei.”. 

Nós, muitas vezes, literalmente, empacamos no meio do caminho da nossa promessa. Por quê? Porque deixamos a dúvida tomar conta de nossas vidas e, consequentemente, bloqueamos qualquer possibilidade de que ela será realizada.   

Deus disse para Josué: “Seja forte e corajoso, porque é você quem levará o povo a herdar a terra que eu prometi que entregaria para eles.”. 

Então, não fique esperando que Deus ou que outras pessoas façam sua parte. Não tropece mais nos seus impossíveis, não perca mais tempo. Se você não se limitasse tanto, já estaria em outro patamar espiritual.    

Ser forte e ser corajoso são os ingredientes fundamentais pra que a promessa se cumpra. 

Em segundo lugar, não desanimar, porque o Senhor está te capacitando para que você supere todas as suas limitações e não seja roubado no meio da caminhada. 

Gálatas 6.7 e 9: “Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.”. 

Pare e pense: Quantos projetos inacabados você pode contabilizar na sua vida?

Quantas situações e oportunidades passaram e você pensou: "Poxa, eu poderia ter feito, mas não fiz."? 

Sabe, querido, aquela oportunidade que você perdeu não volta mais. Poderá vir outras, mas aquela não! Com certeza, outra pessoa se levantou para realizá-la. Então, esteja preparado para as que virão e não desanime! 

Se está demorando muito, persevere! Se, aos olhos humanos, não há mais perspectivas, persevere! Renove-se na esperança! 

Salmos 119.116: “Ampara-me, segundo a tua promessa, para que eu viva; não permitas que a minha esperança me envergonhe.”. 

Em terceiro lugar, mova-se! Caminhe em direção à conquista. 

Muitas vezes, deixamos a passividade nos dominar. Essa passividade pode ser fruto de uma formação errada ou, até mesmo, da religiosidade, porque cruzamos os braços e queremos que tudo aconteça em um piscar de olhos. Muitas pessoas, erroneamente, acham que elas podem ficar só orando, e que Deus fará todo o resto. 

O Senhor disse para Josué: “Mova-se! Faça as coisas acontecerem, porque Eu sou contigo. Eu estou te enviando. Então, seja forte e corajoso!”. 

O Senhor também disse ainda: “...para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.”.  Se Josué ficasse parado, nada iria acontecer. Ele tinha que seguir em frente, manter o foco e caminhar! 

Então, mova-se, não seja mais roubado em suas motivações, porque o Senhor é contigo, e a vitória já está ordenada! 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O tempo da escravidão acabou!


Isaías 52.1 a 12: “Desperta, desperta, reveste-te da tua fortaleza, ó Sião; veste-te das tuas roupagens formosas, ó Jerusalém, cidade santa; porque não mais entrará em ti nem incircunciso nem imundo. Sacode-te do pó, levanta-te e toma assento, ó Jerusalém; solta-te das cadeias de teu pescoço, ó cativa filha de Sião.

Porque assim diz o SENHOR: Por nada fostes vendidos; e sem dinheiro sereis resgatados. Porque assim diz o SENHOR Deus: O meu povo no princípio desceu ao Egito, para nele habitar, e a Assíria sem razão o oprimiu. Agora, que farei eu aqui, diz o SENHOR, visto ter sido o meu povo levado sem preço? Os seus tiranos sobre ele dão uivos, diz o SENHOR; e o meu nome é blasfemado incessantemente todo o dia.

Por isso, o meu povo saberá o meu nome; portanto, naquele dia, saberá que sou eu quem fala: Eis-me aqui. Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina! Eis o grito dos teus atalaias! Eles erguem a voz, juntamente exultam; porque com seus próprios olhos distintamente vêem o retorno do SENHOR a Sião. Rompei em júbilo, exultai à uma, ó ruínas de Jerusalém; porque o SENHOR consolou o seu povo, remiu a Jerusalém.

O SENHOR desnudou o seu santo braço à vista de todas as nações; e todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus. Retirai-vos, retirai-vos, saí de lá, não toqueis coisa imunda; saí do meio dela, purificai-vos, vós que levais os utensílios do SENHOR. Porquanto não saireis apressadamente, nem vos ireis fugindo; porque o SENHOR irá adiante de vós, e o Deus de Israel será a vossa retaguarda.”

Esta palavra profética é tremenda, porque ela anuncia o fim de dois grandes cativeiros: o assírio e o babilônico.

Deus estava anunciando um novo tempo. Que tempo era esse? O fim do sofrimento, da prisão, da escravidão e do sentimento de abandono.

Para vivermos esta palavra, precisamos seguir o caminho que o Senhor nos deixou:

Em primeiro lugar, Ele disse: “Acorde!”

O Senhor está anunciando: “Acorde, porque o pesadelo acabou!”. Não fique mais se lamentando pelas coisas que você passou, olhe para frente!

Acorde, porque este tempo de dor, enfermidade, guerra e solidão já acabou! Deus vai te tirar desta situação muito antes do que você imagina!

Em segundo lugar, Ele anuncia: “Eu vou quebrar o poder do inimigo sobre sua vida!”

Ele estava se referindo aos grandes tiranos. Qual é a tirania que Satanás impôs sobre você? A da injustiça, a do ódio, a da amargura, a do abandono?

Deus anunciou a vitória sobre o poder dos tiranos! Então, você é livre! Agora, chegou o tempo de você voltar para Sião!

E, em terceiro lugar, Deus afirmou: “Eu vou fazer, Eu estou agindo, mas é importante você fazer a sua parte!”.

O Senhor disse: “Retirai-vos!”. Ou seja, disse para sairmos do domínio do inimigo! Saia do domínio do pecado, da maledicência, da morte!

Deus quer fazer uma grande obra, mas, para isso, você precisa quebrar as prisões! Como? A sua atitude pessoal de não aceitar já te da autoridade para vencê-las.


Quando você sair desta prisão, todos saberão que a mão forte do Senhor está sobre você!

Conselho do Apóstolo: O casamento pode sobreviver à traição?


Todos os dias, Apóstolo Estevam Hernandes leva uma palavra esclarecedora aos ouvintes e telespectadores durante o programa “Renascer em Revista”, seu programa matinal na Rede Gospel de TV e de Rádio.

Confira, a seguir, os conselhos que ele deixou para o José Carlos:

Dúvida: Apóstolo, fui casado durante dez anos. Foi um relacionamento marcado por altos e baixos. Minha ex-esposa era uma pessoa muito fria! Eu sempre demonstrei mais carinho e afeto do que ela. Em um momento de extrema carência e insanidade, acabei cometendo uma traição. Este ato destruiu completamente minha vida e desencadeou no nosso divórcio. 

Mas, sinceramente, eu gostaria que reatássemos. Eu ainda a amo muito! Eu sinto que ela continua sendo a mulher da minha vida. O senhor acredita que, depois de tudo o que passamos, ainda há um caminho de reconciliação e de restauração? Como o senhor trataria essa situação?

Conselho: José Carlos, eu, com certeza, trataria esta situação debaixo de um acompanhamento pastoral.

Mas, com base neste breve relato, eu vou expor minha sincera opinião. O que eu sinto é você atribui um peso à sua ex-esposa, porque você sempre foi carinhoso e atencioso, mas nunca foi retribuído. Talvez, o ponto de vista que ela tenha sobre este relacionamento seja diferente do seu. Por isso, é importante que vocês conversem e ajustem este entendimento.

Infelizmente, você acabou indo para o caminho da traição. E nada, absolutamente nada justifica uma traição.

Quando minha esposa, Bispa Sonia, e eu aconselhamos casais é muito comum a busca por essa justificação. Mas não existe! Trair é uma escolha.

Eu acredito que existe, sim, um caminho para o seu caso, e ele passa pelo arrependimento e pelo perdão. Este é o preço da restauração e da reconciliação. Nós, em Jesus Cristo, recebemos o ministério da reconciliação.

2 Coríntios 5.18 a 20: “Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação.

De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus.”

Eu creio que realmente há uma restauração para o seu casamento. Se eu não cresce nisso, eu invalidaria o evangelho.

Eu acredito que esta restauração passa pelo reconhecimento do erro, pela necessidade do arrependimento, pelo reposicionamento e pela mudança de postura e de hábitos.

O reconhecimento dos erros é de suma importância, porque, pelo pecado, veio a separação. E o pecado colocou duas pessoas que se amam em posições opostas!

Como reverter esta situação? Com jejum, oração e o perdão. Desta forma, juntos, vocês encontrarão o melhor caminho para recomeçar a relação, mas, é claro, sem a sombra dos erros do passado.

Em todos estes anos, eu aprendi que o Espírito Santo é o melhor conselheiro! É Ele quem nos restaura, nos cura, nos orienta e nos renova! Estar debaixo de uma cobertura espiritual também é muito importante.

Nós temos, na Igreja Renascer em Cristo, o ministério Casais +QV, que tem mudado a história de muitos relacionamentos. Participar deste projeto é um bom começo para que você e sua ex-esposa encontrem um caminho de restauração, e, desta forma, vivam a bênção da família.


Clique aqui e confira o vídeo do conselho do Apóstolo. 

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Nós amamos, porque Ele nos amou primeiro


1 João 4.13 a 21: “Nisto conhecemos que permanecemos nele, e ele, em nós: em que nos deu do seu Espírito. E nós temos visto e testemunhamos que o Pai enviou o seu Filho como Salvador do mundo. Aquele que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele, em Deus. E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus, nele.

Nisto é em nós aperfeiçoado o amor, para que, no Dia do Juízo, mantenhamos confiança; pois, segundo ele é, também nós somos neste mundo. No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor. Nós amamos porque Ele nos amou primeiro.

 Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. Ora, temos, da parte dele, este mandamento: que aquele que ama a Deus ame também a seu irmão.”

O mundo está em crise. Hoje, nós observamos atos cruéis de ódio contra a vida humana. Isso só demonstra que o mundo está dominado pelo ódio. Este é o maior objetivo de Satanás: roubar, matar e destruir.

Este ambiente de violência e este clima de destruição geram insegurança. A insegurança gera medo, e o medo aprisiona.

Por que isso ocorre? Porque falta amor, o amor que Paulo nos ensina em Colossenses 14 e em 1 Coríntios 13.

A ausência de amor é ocupada pelo sentimento de ódio. Por isso, nós precisamos plantar, regar e exercitar o amor. De todos os dons, ele é o maior, é o principal!

Muitos, infelizmente, desprezam este sentimento. Isso é nítido nos relacionamentos familiares e espirituais.

A politica de Caim, infelizmente, é a politica exercida pela religiosidade. Vemos irmão matando irmãos. Vemos irmãos desejando a divisão – a exemplo do que aconteceu com José. Rubem, felizmente, foi usado por Deus para impedir uma desgraça maior.

Mas, pelo ódio, os irmãos de José, cruelmente, o jogaram em um poço e o venderam como escravo. O ódio faz com que as pessoas cometam loucuras!

Então, não deixe que o ódio entre na sua casa. Não deixe que ele encontre espaço no seu coração. Não seja nutrido por sentimentos de vingança, inveja, raiva e destruição. Ao contrário, como um verdadeiro cristão, faça do amor o seu estilo de vida, a sua verdade. Este é o reconhecimento de que Deus habita em nós.

No texto que acabamos de ler, João nos dá uma lição de vida! É uma lição que temos que praticar, porque, se não tivermos amor, vamos nos destruir.

Eu não posso falar que eu amo a Deus, a quem não vejo, se eu não amo meu irmão, a quem eu vejo.

Limpe seu coração! Não deseje, não pratique e não estimule o mal. Pelo contrário, que o amor possa imperar dentro de você.

O amor lança fora todo o medo!

Nesta passagem, João também fala sobre o medo. A origem do medo é a falta de amor. A origem do medo é a falta de proteção, porque, quando nos sentimos amados, nos sentimos protegidos e sustentados. Quando nos sentimos amados, temos a certeza de que não seremos abandonados ou prejudicados.

Precisamos entender, acima de tudo, que Deus não é um déspota, não é um tirano. Deus é pai! Pai de amor e pai das luzes!

Quando eu amo a Deus acima de todas as coisas, eu percebo que o amor d’Ele por mim também é recíproco; e o medo desaparece!

Eu não tenho medo de ir para o inferno. Eu não tenho medo do Senhor me abandonar. Eu não tenho medo de ser destruído, porque eu sei que Ele está comigo todos os dias!

O amor me dá a certeza de que Deus está comigo no dia dos meus acertos e nos dias dos meus erros. Quando eu erro, eu sei que encontrarei, em Cristo, uma fonte de perdão!

Querido, o amor nos protege, nos fortalece e lança fora todo o medo! Creia nesta verdade!

Se você está possuído por um medo, se você está tomado pela síndrome do pânico, se você está dominado pelo desespero, clame ao Senhor. Declare que você é amado! Não deixe mais esta opressão determinar como serão os seus dias.

Receba o poder de cura e de libertação que há no amor de Deus! Receba esta arma que o inferno não conhece!

Eu quero terminar a Palavra do Dia de hoje, dizendo que, quando há amor, há perspectivas de futuro. Quando há amor, há segurança para seguirmos em frente! Quando há amor, há sempre um caminho de retorno!


O amor cura, transforma e liberta!

Conselho do Apóstolo: Como lidar com filhos rebeldes?


Todos os dias, Apóstolo Estevam Hernandes tira as dúvidas dos ouvintes e telespectadores durante o programa “Renascer em Revista”, da Rede Gospel de TV e de Rádio.

Confira, a seguir, os conselhos que ele deixou para a Ester:

Dúvida: Tenho muitos problemas em educar meu filho. Ele é muito agressivo, não me obedece. Eu já tentei e tudo. Nunca cheguei a bater nele, porque, durante a infância, eu apanhei muito. E eu não quero tratar o meu filho como eu sempre fui tratada. Só que eu não vejo mais outra saída para corrigi-lo. O que eu faço?

Conselho do Apóstolo: No Salmo 123, está escrito que os nossos filhos são herança bendita.

Obviamente que, com o desenvolvimento tecnológico, há uma série de atrativos, aplicativos e sites, que acabam deixando os jovens mais isoladamente entretidos, e isso tem prejudicado os relacionamentos familiares, porque não há equilíbrio. 

As pessoas podem até estar no mesmo ambiente, mas cada uma está conectada ao seu próprio mundo virtual.

Os pais, então, deixam de ensinar os princípios que são essenciais para o desenvolvimento dos seus filhos, porque estão sempre ocupados com outras questões.

Você precisa resgatar este laço e ensinar ao seu filho, com amor, os valores bíblicos.

Por exemplo, em Êxodo 20, está escrito: “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra!”. Este é o único mandamento bíblico com promessas.

Em relação a esta situação conflitante, o  primeiro conselho que eu tenho para você, Ester, e para todos os pais é: Não irriteis os vossos filhos!

Às vezes, em vez de sermos amigos dos nossos filhos, somos implicantes, chatos... Só sabemos impor, criticar... Queridos, não confundam autoridade com autoritarismo!

Você precisa se aproximar mais do seu filho e entender quais sãos suas dificuldades, seus complexos, seus conflitos, seus medos.... E vencer tudo isso. Como? Com dialogo! Não podemos esquecer de que o amor cobre multidão de pecados e que a palavra branda desvia o furor!

O segundo conselho é: Estabeleça limites!

Você não precisa bater no seu filho, mas precisa estabelecer limites! Limites que deverão ser colocados com autoridade. E esta autoridade só é eficaz quando há credibilidade! Seja um exemplo! Este é o meu terceiro conselho.

Com autoridade, dialogo e muita paciência, principalmente na adolescência, você vai instrui-lo!

Agora, se o problema persistir e a rebeldia for incontrolável, procure uma ajuda profissional. Talvez, uma ajuda psicológica. Talvez, em uma terapia, ele consiga lidar melhor com seus conflitos interiores. Mas, de maneira nenhuma, desista do seu filho e não recorra à agressão, porque elas podem deixar marcas profundas e criar um abismo entre vocês. 

Clique aqui e confira o vídeo da resposta completa.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Conheça a camiseta oficial da Marcha para Jesus

Em suas redes sociais, Apóstolo Estevam Hernandes, presidente da Marcha para Jesus no Brasil, divulgou a camiseta oficial da 25ª edição do evento. Confira:


Com o tema “Jesus, o Rei dos reis” – uma referência à passagem bíblica de Apocalipse 19.16, que diz: "Tem no seu manto e na sua coxa um nome inscrito: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES." – a manifestação está marcada para o dia 15 de junho, feriado de Corpus Christi.

A Marcha começa às 10 horas, na estação Luz do Metrô e seguirá em direção à Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, próximo ao Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, onde uma mega estrutura será montada para os shows de música gospel.

Serviço:
Marcha para Jesus 2017
Data: 15 de junho
Saída: às 10 horas, da Estação Luz do Metrô
Concentração: Praça Heróis da FEB

Site oficial: marchaparajesus.com.br
Canal no YouTube: youtube.com/tvmarchaparajesus



Redação iGospel

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

A essência de um servo de Deus


2 Coríntios 2.14 a 17: “Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem.

Para com estes, cheiro de morte para morte; para com aqueles, aroma de vida para vida. Quem, porém, é suficiente para estas coisas? Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus.”

Nós precisamos ser guiados pelo Espírito Santo de Deus. Há muitas decisões que você tem tomado e forma precipitada. O que aconteceu? Sua carne se manifestou, e você foi guiado por ela.

Paulo fala: “Graças a Deus, somos conduzidos em triunfo!”. Isso quer dizer que podemos ser conduzidos pelo Espírito Santo.

Quando somos guiados pelo Espírito Santo, exalamos o bom perfume de Cristo, ou seja, exalamos vida! Esse cheiro da vida é a ressurreição em nós.

O que você tem exalado para as outras pessoas? Talvez, hoje, existam muitas áreas da sua vida que estão exalando morte e destruição.  Não deixe mais isso acontecer!

Nós estamos levando a Palavra viva do Senhor. É a palavra que traz transformação! Abra-se para vivê-la!

O Senhor quer que habite em nós o mesmo sentimento que havia em Cristo. Este é o nosso desafio, este é o nosso foco!

Mude seu jeito de agir, de falar, de pensar. Que, através das suas atitudes, você transmita vida para as pessoas.


Que as pessoas possam enxergar Jesus Cristo através da tua vida!

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Um Deus perdoador!


Salmo 130: “Das profundezas clamo a ti, Senhor. Escuta, Senhor, a minha voz; estejam alertas os teus ouvidos às minhas súplicas.  Se observares, Senhor, iniquidades, quem, Senhor, subsistirá?  Contigo, porém, está o perdão, para que te temam.

Aguardo o Senhor, a minha alma o aguarda; eu espero na sua palavra.  A minha alma anseia pelo Senhor mais do que os guardas pelo romper da manhã.

Mais do que os guardas pelo romper da manhã,  espere Israel no Senhor, pois no Senhor há misericórdia; nele, copiosa redenção. É ele quem redime a Israel de todas as suas iniquidades.”

Quebrante o seu coração, peça perdão a Deus, com sinceridade, porque Ele é um Deus de amor, um Deus perdoador.

Eu estava meditando nessa palavra pela manhã, e há algo muito importante que eu quero compartilhar.

Pedir perdão não significa estar arrependido. Muitas pessoas perdem perdão, mas, no fundo, não se arrependeram do mal que fizeram. Estão apenas com remorso e não querem assumir as consequências dos seus erros.

O perdão existe, quando há arrependimento! Quando há arrependimento, há fruto. Qual é o fruto do arrependimento? Esforçar-se, ao máximo, para não cometer os mesmos erros.

O Senhor quer limpar o nosso coração. Quando estamos limpos por Ele, alcançamos suas misericórdias.

O teu clamor será ouvido, e o Senhor vai trazer o que você mais precisa... Mais do que dinheiro, mais do que uma posição, mais do que reconhecimento humano, mais do qualquer relacionamento, você precisa da paz de Cristo!


Receba essa paz! Se o seu arrependimento é verdadeiro, sinta-se perdoado pelo Senhor! Que Ele te cubra de misericórdias, renove o teu interior, e que você seja bendito em todos os seus caminhos, entendendo que Deus não quer te condenar. Ele quer te perdoar e te colocar em um novo caminho!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

O que aconteceu conosco?


Tem gente que complica demais a vida não é? Existem pessoas que brigam a toa, se desesperam sem motivos... Nós somos muitas vezes destruídos porque não temos o entendimento pleno daquilo que nós somos e não buscamos conhecer direito onde Deus quer nos levar. Mas nós fomos tocados pelo Deus todo poderoso e nossa vida foi totalmente transformada! Temos que entender o que verdadeiramente aconteceu conosco quando recebemos esta marca.

Muitas vezes você está buscando crescer em Deus, mas sua vida espiritual é conturbada. Quantas pessoas fazem votos a Deus e depois querem voltar atrás? São pessoas que agem de forma inconsequente e esquecem que temos que prestar a Deus um culto racional. Você precisa entender porque está aqui, qual a razão da sua vida.

A palavra do Senhor mostra muitas pessoas que tiveram a vida espiritual conturbada, vamos ver alguns exemplos: 


1º) Jonas

Ele teve uma disposição de fazer o contrário daquilo que Deus queria dele. (Jonas 1.22 e Jonas 3). Nosso grande erro é achar que a posição humana é melhor que a posição que Deus nos dá espiritualmente. Quem é servo está a disposição do seu Senhor. Mas pouca gente consegue ouvir o que Deus fala. Jonas se dispôs a fazer sua própria vontade. Deus te dá livre arbítrio, mas se você não priorizar a Deus, isso pode ser um caminho de morte. Você não pode fugir da vontade de Deus, sua vida pode virar uma confusão!

Deus não proibiu, mas orientou Adão e Eva sobre a árvore do conhecimento do Bem e do Mal, veja o que está em Gênesis 2.15. Deus deixa você agir livremente, mas te oriente sobre o que você não deve fazer. Imposição não vem de Deus, mas a orientação vem do Espírito Santo.

2º) Alexandre Latoeiro (2º Timóteo 4.14-17)

Ele foi um traidor do mover apostólico, ele não entendeu o que era andar ao lado de um apóstolo. O diabo quer que você se encha de questionamentos contra a vontade de Deus para que você assuma o papel de Judas. Quando não entendemos o que aconteceu com nossas vidas abrimos brechas para Satanás e nos tornamos adversários da cruz. Seja aquilo que Deus pretende de você. Há pessoas que andam anos com Deus e acham que não valem nada ou então, ao contrário, querem apenas aparecer.  Mas precisamos ter conhecimento daquilo que nós somos. Entender que Deus nos escolheu (Filipenses 3.17-19). Os inimigos da cruz são aqueles que abrem mão do seu ministério pelas coisas deste mundo. Mas ou você é usado por Deus ou por Satanás. E existem ímpios que são usados por Deus! E você, que serve a Deus, não pode ser usado pelo inimigo.

3ª) Eli, que vivia na apostasia (1ª Timóteo 4.1-3)

Ele foi negligente com o chamado, com o dom que Deus havia dado a ele. Eli se deixou contaminar pela religiosidade, não entendeu a palavra e não buscou a porção de sacerdote. Temos que entender o que aconteceu em nosso espírito (1º Coríntios 2.13-16, 1ª Coríntios 4.13).  A opção carnal pode te levar a uma grande destruição. Senhor me faça entender o que aconteceu comigo! O homem espiritual discerne todas as coisas. Eu não sou filho de Eli, sou filho de Deus. Temos que ser controlados pelo Espírito Santo!

O que aconteceu conosco?


1º) Fomos tirados de arar a terra, de uma condição indigna, para viver o chamado de profetas do Senhor (1ª Reis 19.19-21)

Fomos cobertos com o manto apostólico, somos guiados pelo Espírito Santo (2º Coríntios 3.14-18).

2º) Nascemos para ser sucessores de um mover genuíno e não das contaminações de Eli

Temos a unção de Samuel (1ª Samuel 3.1). Nenhum sacerdote ungiu dois reis, apenas Samuel (1ª Samuel 10.1; 1ª Samuel 16.12-13). Temos que viver essa unção! Não adianta eu conhecer 1 milhão de versículos se eu não conhecer o Senhor da Bíblia. O Senhor vai tirar a religiosidade e fazer com que você seja guiado e impulsionado pelo Espírito Santo. Você é sucessor da unção de Samuel. Samuel tipifica Jesus Cristo (Atos 10.38). Deus nos escolheu para coisas superiores.

3º)  Recebemos um chamado pelo entendimento (Atos 9.18-19)

O entendimento do chamado fez cair as escamas dos nossos olhos (Atos 10.11-16).  Samuel entendeu o que aconteceu com ele. Samuel nem sabia que Deus falava, mas ele ouviu e entendeu que Deus queria fazer com a sua vida. Você vai receber este chamado pelo entendimento!

Saulo ouviu a voz de Deus ainda fariseu, depois se transformou em um apóstolo! (Atos 9.4). Ele era um perseguidor de cristãos, matador, sanguinário! Mas quando caiu as escamas dos seus olhos, Paulo já sabia tudo! O chamado apostólico vem como fogo e nos leva a viver um novo tempo! (Gálatas 6.17). Muita gente não deu certo no evangelho até hoje porque não entendeu seu chamado.

Temos que ser marcados como Israel, para Samuel, como apostólicos!


Cláudia Pires, redação igospel

Fotos Fellipe Pupo

A oferta de Barnabé


Neste sábado (04.02), durante a Ceia de Oficiais do mês de fevereiro, o apóstolo Estevam Hernandes ministrou a oferta de Barnabé. Ele leu a passagem bíblica que está em Atos 4.32 e falou do sentimento de entrega a Deus que Barnabé tinha.

“Entre nós não haverá nenhum necessitado, porque Deus vai nos suprir poderosamente. Barnabé sabia que a igreja não podia passar necessidades. Ele era um instrumento de Deus e resolver viver pela fé. Quando passamos a viver pela fé, vivemos um tempo de abundância”, afirmou o apóstolo.

“O diabo trabalhou o coração de Ananias e Safira, não deixe o diabo trabalhar seu coração. Saiba que Deus pode te levantar para que você supra a obra dele. Barnabé entregou tudo que tinha, ele sabia o que estava fazendo. Ele viria a ser o que nunca poderia imaginar”, disse ele.

“Barnabé se tornou um apóstolo de Jesus Cristo. Não entregue a oferta que te convém, entregue a oferta que o Espírito Santo te pede. O Espírito Santo está te pedindo para agir de forma diferente.”


Veja a seguir as 12 bênçãos do mês de fevereiro:

1ª) Deus vai abrir portas de empregos excelentes;

2ª) Dívidas serão reduzidas em até 90% e muitas serão perdoadas de maneira sobrenatural;

3ª) Um grande mover de liberação vai acontecer: direitos e processos impedidos por demônios serão liberados;

4ª) Contratos e vendas com valores que irão superar as suas expectativas serão efetivados; você vai fechar grandes contratos;

5ª) Liberação de financiamentos subsidiados com taxas baixíssimas para casa própria e outros sonhos que você tem de maneira sobrenatural;

6ª) Mudança de empregos e de cidades com condições sobrenaturais;

7ª) Deus dará revelações, livramentos de roubos, assaltos, acidentes. Deus vai te dar livramentos! Todo roubo na sua empresa, Deus vai te revelar;

8ª) O Senhor vai dar a restituição de empregos, posições perdidas e valores que você foi subtraído poderosamente;

9ª) Benção do segundo carro e ainda terá o carro dos seus sonhos;

10ª) A bênção da semeadura: vão semear na sua vida valores e objetos do seu desejo. Vão semear na sua vida casa e carros;

11ª) Deus vai limpar do seu caminho todo enviado de Satanás. Aquilo que era inveja, feitiçaria e armadilha já foi quebrado;

12ª) Como Barnabé você vai brilhar. Você dará o maior dízimo da sua vida e viverá reconhecimento e honra, em nome de Jesus!


Claudia Pires, redação igospel


Fotos: Fellipe Pupo

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Um amor que salva, liberta, cura e ensina!


Não existe evangelho sem entrega, sem dedicação, sem amor e sem um propósito de Deus, que se cumprirá em nossas vidas. Por isso que o Senhor disse em João 6.33: “No mundo, tereis aflições, mas tende bom ânimo. Eu venci o mundo!”. Em Romanos 8, o próprio Paulo fala: “Se com Ele sofremos, com Ele, também reinaremos!”.

A parte do sofrimento de Cristo, sem dúvida nenhuma, foi agoniante, foi desesperadora... Foi uma atitude de amor, um amor sem limites, um amor incondicional... Ele estava cumprindo um propósito. O propósito começa quando você se entrega, amor, à vontade de Deus: “Seja feita a Tua vontade, Senhor!”.

Essa é a chave do sacerdócio, essa é a chave da eleição e da separação, porque a entrega incondicional, a entrega sem limites significa que não vivo eu, mas Cristo vive em mim, e a vida que eu vivo na carne vivo-a na fé do Filho de Deus, que morreu e se entregou por mim (Gálatas 2.20).

O que nós temos é o poder e a autoridade daquilo que representa a ressurreição. Então, ela torna possível todas as coisas. Ela torna consequente tudo o que nós vivemos, porque foi exatamente o que Paula disse: “Não sobreveio sobre vós uma provação que não possamos suportar, mas, com a provação, o Senhor nos dá o escape.”. Qual é o escape? O escape é aquilo que Jó declarou: “O meu redentor vive!”.

A certeza maior de que, se nós temos o espírito de vida que ressuscitou Jesus Cristo entre os mortos, é que Ele habita em nós. Então, nós podemos, literalmente, superar todas as coisas, porque a nossa caminhada é uma caminha de superação.

O evangelho significa você ser, muitas vezes, incompreendido pelos homens, pela própria família, pelos seus amigos, porque Jesus disse: “Quem não for digno de deixar pai, mãe, filhos e filhas, por amor a mim, não é digno de mim.”.

Esse evangelho é, verdadeiramente, uma ruptura com todas as coisas, para que nós, na nossa individualidade, possamos viver a plenitude de uma vida abundante, a despeito do que nós tenhamos, a despeito daquilo que o homem mais espera de Deus. Porque o homem, tão somente, espera benefícios do Senhor. Só que Deus não tem só benefícios para nos dar, Deus tem coisas superiores (Hebreus 12).

Nós estamos firmados em cima de promessas superiores. Por isso que, na crucificação, muitas pessoas abandonaram Jesus. Por isso que Jesus disse que muitos são chamados, mas poucos são escolhidos. Os escolhidos passam pelo vale, passam pelo dia mau, passam pela provação, mas têm um poder sobrenatural que os faz suportar todas as coisas. Essa é realmente a arma que o Senhor colocou em nós, porque o nosso espírito se renova. Foi o que Isaías falou no capítulo 40: “Os que esperam no Senhor renovam suas forças!”.

Nós temos a certeza gloriosa de que, se com Cristo nós sofremos, com Ele, também reinaremos. Reinar não significa oprimir o próximo, não significa eu ter apenas uma posição de superioridade que me faça um super-homem, mas significa eu enfrentar todas as minhas adversidades e não ser dominado por elas. Reinar significa eu ter uma perspectiva imutável, que é a nossa vida eterna.

Vocês estão aqui, na terra, porque vocês são aqueles que levam a Palavra das Boas Novas! Boas Novas é levar salvação, anunciar que o Senhor Jesus Cristo é vivo, é anunciar que, ao conhecê-Lo, nós somos livres. Na Bíblia, está escrito: “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará!”. Isso é algo muito maior do que nós imaginamos. Não é apenas a libertação do álcool, das drogas... mas é a libertação da escravidão espiritual, que vem pela gloriosa consciência de Cristo em nós.

Aquilo que a Igreja recebeu depois da ressurreição de Cristo foi muito maior do que Ela recebeu quando Jesus estava como homem na terra, porque, como homem na terra, Jesus cumpriu um ministério de 33 anos. Jesus, ressurreto, deu à Igreja todos os preceitos eternos de Deus. Por isso que, em Efésios 1.3, está escrito que, n’Ele, nós temos toda a sorte de bênção espirituais.

Enquanto Jesus estava sepultado há três dias, Ele foi ao inferno, recuperou toda a sorte de bênçãos e deu a quem? À Igreja, que somos nós! Esse poder de viver uma vida abundante é o que está reservado a cada um de nós.

Que a cada dia nós possamos ser renovados na esperança de que nós seremos ressuscitados com Ele. Que a cada dia o Senhor te levante com este poder de superação.

As suas limitações e deformações são humanas, mas o poder realizador de Cristo é o poder de João 14.12, que diz que, se você crer n’Ele, você realizará obras maiores ainda. A maior obra que Jesus realizou foi a salvação. A maior obra que Jesus realizou foi a ressurreição, porque Paulo fala que o último inimigo que foi vencido foi a morte!


Nós vencemos a morte todos os dias. Vivemos em uma sociedade de mortos, que se alimentam daquilo que dá a eles apenas prazeres carnais e momentâneos, como o dinheiro, a prostituição... mas vence a morte quem, todos os dias, respirar Jesus Cristo. Nós temos que respirá-Lo de tal maneira que possamos transpirá-Lo.

Apóstolo Estevam divulga camiseta oficial da Marcha para Jesus deste ano


Na manhã desta segunda-feira (30), Apóstolo Estevam Hernandes, presidente da Marcha para Jesus no Brasil, anunciou no “Renascer em Revista”, seu programa diário na Rede Gospel de Televisão, que o tema da 25ª edição do evento será “Jesus, o Rei dos reis”, uma referência à passagem bíblica de Apocalipse 19.16, que diz: "Tem no seu manto e na sua coxa um nome inscrito: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES.". O apresentador também destacou que a hashtag deste ano será #AcheiMeuRei.

Em suas redes sociais, ele também divulgou a camiseta oficial do evento. Confira as imagens publicadas:


Em breve, ela estará disponível na loja virtual GospelBay e em todas as sedes da Igreja Renascer em Cristo.

Marcha para Jesus 2017

Marcada para o próximo dia 15 de junho, feriado de Corpus Christi, a manifestação promete reunir cristãos de todo o país, para uma caminhada de fé, alegria e gratidão.

“A Marcha Para Jesus começou quando o Espirito Santo desceu sobre os Apóstolos, e eles saiam pelas ruas de Jerusalém levando salvação e vida. É um ato profético em que nós demonstramos a autoridade de Jesus Cristo e o que nós cremos”, afirmou o Apóstolo.

“O sentimento verdadeiro de honrar Jesus Cristo é o que agrega tantas pessoas. Mesmo depois de tantos anos, o evento continua impactando. Isso mostra o crescimento do evangelho no país. É uma grande resposta de oração e um resultado de anos de trabalho. A Marcha para Jesus não foi criada para exaltar nenhum homem, é a expressão do mover do Espírito Santo, do nosso amor por Jesus e um ato profético”, explicou ele.

Serviço:
Marcha para Jesus 2017
Data: 15 de junho
Saída: às 10 horas, da Estação Luz do Metrô
Concentração: Praça Heróis da FEB

Site oficial: marchaparajesus.com.br
Canal no YouTube: youtube.com/tvmarchaparajesus



Redação iGospel

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Uma cidade fortificada!


Neemias 2.17: “Então lhes disse: Bem vedes vós a miséria em que estamos, que Jerusalém está assolada, e que as suas portas têm sido queimadas a fogo; vinde, pois, e reedifiquemos o muro de Jerusalém, e não sejamos mais um opróbrio.”

Em Jerusalém, todos estavam completamente desmotivados e sem nenhuma perspectiva.

Quantas vezes, nós olhamos a situação geral, e o que os nossos olhos contemplam é somente a impossibilidade de que dias melhores virão?

Por isso que, quando Jesus chorou sobre a cidade de Jerusalém (Lucas 19.41 a 44), Ele fala sobre a Jerusalém assolada, fala sobre a Jerusalém que mata os seus profetas, que despreza a lei do Senhor e fala sobre a Jerusalém contaminada pelo espírito de desânimo.

O desânimo – a disposição mental contrária à natureza que Deus colocou no homem (Romanos 1) – pode exatamente se manifestar no pecado, na prostituição, ou pode se manifestar nas nossas emoções, quando decidimos entregar os pontos, quando não temos mais forças e nada que nos impulsione.

Neemias encontra a situação de um povo completamente assolado e, no seu espírito, ele tinha o envio, o envio para transformar aquele estado de assolação em uma obra inexplicável aos olhos humanos, mas possível para Deus. Ele, então, se propõe a fazer aquilo que talvez as pessoas jamais poderiam pensar ou imaginar. Ele se propõe a reedificar os muros, os muros assolados de Jerusalém. Ele, então, em 52 dias, faz esta obra gloriosa e maravilhosa.

O que eu tenho buscado de Deus, a cada dia, é exatamente o entendimento espiritual daquilo que significava o antes daquele local. O antes era uma cidade sem defesas.

Em nossa viagem de estudos a Israel, nós visitamos estes muros, que foram reconstruídos e edificados de uma maneira tão impressionante e em tempo recorde. Hoje, podemos passar por cima deles e testificar que eram uma defesa, ou seja, eram extremamente estratégicos.

Ali, inimigo estava em uma posição de inferioridade. Quando você não tem muros espirituais, você se coloca em uma posição de inferioridade espiritual. Você não tem defesas e, ao mesmo tempo, não pode atacar. Isso é exatamente o que o inimigo quer fazer. Ele quer que nós fiquemos completamente desprotegidos e despreparados para as batalhas que temos que enfrentar. Em Efésios 6, Paulo fala exatamente sobre nós estarmos preparados e armados.

O Senhor deu a Neemias um foco: “Coloque defesas, para que a minha glória seja mostrada, para o retorno do shekinah.”. Nós precisamos de defesas para que possamos manter o que Deus tem nos dado. É por esse motivo que as gerações se perdem. É por esse motivo que nós vemos que não há uma sucessão.

Nós temos que ter defesas que nos deem uma posição privilegiada contra o inimigo e defesas que signifiquem uma proteção para tudo aquilo que Deus nos entregou.

Neemias entende isso e, estrategicamente, reconstrói os muros. Eu tenho certeza de que o trabalho de Cristo é o trabalho de Neemias: o trabalho de reconstruir as nossas defesas, de nos colocar em uma posição de autoridade, uma posição estratégica contra o inimigo, uma posição estratégica que nos permite estar verdadeiramente constituídos em cima de fortalezas. Por isso que nós estamos assentados com Cristo, acima de potestades, principados e dominadores.

Por isso que Davi fala sobre a cidade murada, sobre a proteção daquilo que são os nossos muros. Quando estamos dentro de uma cidade murada, temos exatamente o diferencial que é esta posição estratégica de autoridade. Que o Senhor possa te dar esta condição.

Eu poderia citar para vocês vários exemplos de muros, mas vou destacar alguns:

Muros da vida espiritual:

Quem não tem uma vida espiritual protegida, uma vida espiritual edificada, fica enfraquecido e, consequentemente, não consegue chegar à plenitude de sua constituição.

Muros das relações pessoais:

Quando eu sou uma pessoa desprotegida, as minhas relações pessoais são problemáticas, são completamente desgovernadas, não têm uma direção do Espírito Santo de Deus. Eu, então, não consigo manter esta liga verdadeira, que é a liga da comunhão. Eu fico sem poder discernir, entender e, consequentemente, faço voos cegos.

Muros para a preservação do futuro:

Quando eu não tenho proteção para a minha caminhada, para aquilo que é o meu futuro, o que acontece? Eu sou consumido no presente. O muro significa: proteção para o futuro. O muro significa: eu ter realmente aquilo que eu posso construir, edificar e deixar um legado.