domingo, 31 de julho de 2016

O Divisor de águas de Deus

Neste domingo (31), o Apóstolo Estevam ministrou no culto das 19 horas, no Renascer Hall em SP, sobre Josué 3:5. 


Todos nós já vivemos experiências fortes, há situações em nossas vidas que nos marcam positivamente ou negativamente.

Deus te trouxe aqui hoje, porque ele vai fazer algo tremendo na tua vida. Josué foi chamado por Deus e Deus deu a ele essa frase poderosa  prepare-se porque amanhã Eu vou fazer maravilhas". Deus vai se levantar para fazer a obra na sua vida, obra que ninguém conhece, Deus vai fazer o inaudito, algo inédito, algo desconhecido inédito.

Deus está te dizendo que amanhã Ele vai fazer o inaudito na sua vida e o milagre que você não imaginava vai acontecer para que todos vejam que o Deus todo poderoso é Deus na sua vida e você vai viver o extraordinário de Deus.

Aquele divisor de águas era Deus dizendo que iria colocar diante deles uma obra poderosa e maravilhosa, o povo de Israel estava debaixo de promessas. Deus precisava fazer uma entrada extraordinária do povo para que todos os povos da terra soubessem que Deus, o todo poderoso, estava agindo.

 O divisor de águas significa:


1. Vamos deixar de ser morador do deserto (Josué 5:10).

O povo estava 40 anos passando por lutas e por incertezas, mas aquele era o dia do Senhor, era o dia do divisor de águas, era o dia de Deus fazer maravilhas. Era o dia que Deus iria cortar as águas do Jordão. Deus falou que os levaria a terra, mas o povo tinha um grande obstáculo à frente, o Jordão que estava com suas margens transbordando.

Deus tem promessas maravilhosas para cumprir na sua vida. E as promessas é que te sustentam diante das adversidades.

Há situações que só Deus pode fazer, só Deus pode resolver, temos muitas promessas em nossas vidas e a promessa é que vai nos levar além do Jordão. Quando chegar ao limite, no tempo de Deus, é necessário um milagre é Deus então corta as águas do Jordão e faz um divisor de águas.

Nunca mais vocês serão miseráveis no deserto, porque a partir de agora através das maravilhas de Deus você vai viver um novo tempo e Deus vai colocar os teus pés na terra da promessa.  Deus vai cortar as águas e do outro lado da margem vai estar o povo vitorioso do Senhor.

Deus disse a Josué três coisas proféticas:

1. Fica parado diante do Jordão - estava preparado, fica de pé, não deixe o diabo te deixar desesperado;

2. Pegue a arca e põe de pé diante do Jordão - Jesus é a arca da aliança;

3. A hora que você molhar o pé o milagre vai acontecer - O que Deus estava pedindo a Josué parecia loucura mas Josué era um homem de fé e obedeceu a voz do Senhor.

Quem crê obedece a voz do Senhor. A hora que você molhar a pontinha do dedão o milagre vai acontecer e o deserto vai ficar para trás. Como Jesus venceu satanás no deserto, você hoje já venceu o deserto em todas áreas da sua vida, e hoje é um divisor de águas e você vai para o outro lado do Jordão em nome de Jesus.


2. Nos tornar nômades em conquistador  (Josué 4:19-24).

Um povo que não tinha casa, que vivia vagando pelo deserto, que humanamente não tinha para onde ir, não tinha esperanças. Eles não estavam desamparados e nem acabados, Deus tinha o controle sobre a situação e Deus iria transformar aquele em quem ninguém acreditava em um povo forte, guerreiro e conquistador.

A nossa condição não nos permitia, mas o Senhor quebrou a vergonha de sobre nós, e mudou a nossa condição, e em todas as áreas que não temos mais perspectivas, por causa da promessa, Deus vai te fazer um grande conquistador.

Deus manda Josué pegar 12 pedras do meio do Jordão para fazer um altar do impossível.

Nunca mais diga que você é um fraco, que não tem esperança e não deixe que as opiniões alheias façam de você um estereótipo do inferno.

O povo que estava na terra era arrogante, a cidade de Jericó era forte, e quando ouviram que os judeus estavam chegando, pensaram esse bando de morto de fome, só que eles tinham que reconhecer, que aqueles que aos olhos deles era um bando de morto de fome, tinha um Deus forte, que era o poderoso Deus e eles agora não eram mais os desgraçados da terra e agora tinham que reconhecer que Josué entrou conquistando tudo o que estava na frente. E você vai conquistar tudo o que era impossível aos seus olhos.

Hoje vai ser um divisor de águas na tua vida para que que Deus mude o seu ânimo interior, mude a sua perspectiva e aquilo que estava retido na sua vida você vai conquistar porque o Senhor vai inaugurar um novo tempo na tua vida.

3. Centro do mover apostólico (Atos 9:4-8)

Deus vai te dar experiências maravilhosas e gloriosas. Deus te dará essa semana experiências fortíssimas na tua vida. Experiências de Deus te usando porque as nossas experiências são como diplomas.

Nossa faculdade são as nossas experiências com Deus. Um homem marcado pelas  experiências com Deus nada pode derruba-lo, e divisor de águas é uma experiência forte e profunda e hoje o Senhor vai te dar uma experiência forte e profunda porque Ele é Emanuel, o Deus presente, Ele é o Deus que age é o Deus que faz. E em nome de Jesus, nenhum de nós vai deixar de ter uma marca poderosa em nossa vida. Porque é assim que começa uma longa jornada de experiências do mover apostólico do Senhor.

Deus deu para o apóstolo Paulo um divisor de águas na sua vida. Paulo estava em seu cavalo, mas Deus falou com ele, eu vou mudar a sua história, vou mudar o seu caminho e a partir de hoje você não vai mais ser matador de cristão, mas vai ser apóstolo e o coloca no centro do mover apostólico.

Pois as credenciais do apostolado foram apresentadas no meio de vós, com toda persistência, por sinais, prodígios e poderes miraculosos.

Prepare-se porque amanhã Deus vai fazer sinais, prodígios e poderes miraculosos, prepare-se porque amanhã o Senhor vai fazer o inaudito, o que estava retido vai ser liberado, o centro do mover apostólico traz sinais, prodígios e poderes miraculosos, e você está nesse mover e o Senhor traz a existência o que não existe, e as portas se abrem automaticamente, Deus multiplica pães e peixes, é só milagre.


E se tu creres, Vera a glória do Senhor Jesus. A promessa está coberta com o sangue de Jesus, o Deus de amor vai tirar toda a intranquilidade do seu coração, Ele corta as águas, Ele faz sinais, maravilhas, então prepare-se  porque amanhã Deus vai agir.

Senhor tu é o mesmo e não muda, tu és o Deus que traz a existência o que não existe, o Senhor é o divisor de águas.

E igreja ora "Nesta manhã eu coloco os meus pés, profeticamente sobre o meu milagre e as águas vão se abrir e um tempo novo de Deus já está se abrindo, eu saio daqui restaurado e deixo para trás os desertos, os choros e as incertezas para um tempo novo, declaro tempo novo do Senhor, e declaro o Senhor vai a minha frente para fazer o inaudito e todos verão que o meu Deus é o todo poderoso e a palavra do Senhor está em mim, ninguém poderá me resistir todos os dias da minha vida porque o Senhor já abriu um caminho onde não existia caminho.

Fonte - iGospel

sábado, 30 de julho de 2016

Apóstolo Estevam e Bispa Sonia lançam o projeto Casais +QV

A noite deste sábado (30) foi especial para as famílias da Renascer em Cristo. Apóstolo Estevam e Bispa Sonia Hernandes, que, há mais de 30 anos, têm ensinado para milhares de pessoas os segredos de um relacionamento feliz, lançaram o Casais +QV (Mais que Vencedores).


A ministração: texto bíblico de João 2. 1 a 12 – trecho que narra o milagre da transformação da água em vinho, realizado por Jesus Cristo em uma festa de casamento em Caná da Galileia –.

Os casamentos de contos de fada terminam com: ‘E viveram felizes para sempre!’. Mas a Bíblia mostra a realidade e como fazemos para transformá-la. Jesus Cristo tinha um plano para aquele casamento, assim como o inimigo também tinha. Eles enfrentaram uma crise. O vinho tinha acabado. Jesus, até então, era apenas o convidado, não o Senhor daquele casamento. Muitas vezes, tanto o marido quanto a esposa são do Senhor, mas os dois não invocam, juntos, a presença de Deus.

O vinho representava alegria. Existem muitas coisas que desencadeiam no fim do vinho no casamento. No namoro, por exemplo, a coisa mais gostosa é conversar. Existem casais de namorados que ficam horas e horas no telefone, mas, depois que se casam, mal se conversam. E, se conversam, se destratam. Quando isso ocorre e você não busca solução em Jesus Cristo, o relacionamento fica desgastado. O desgaste torna o convívio insuportável. Cada um vive sua própria vida. A única coisa que têm em comum são os filhos,


 Aquele casal, em primeiro lugar, recorreu à Maria. Maria, de certa forma, teve um casamento conturbado. Ela ficou gravida sem estar casada. E quem salvou aquele casamento? O próprio Jesus. Quem convence não são os gritos e as chantagens emocionais, mas o Espírito Santo. Entregue seu casamento para Jesus Cristo, e Ele transformará a água em vinho. O seu casamento é um plano de Deus. O vinho que vem Jesus Cristo, com certeza é o melhor.

O grande erro de muitos é casar no ‘religioso’, não no ‘apostólico’. Quem casa no ‘religioso’ tem apenas um discurso, quem casa no ‘apostólico’ tem o envio.

Para realizar o milagre naquela festa, aquele casal entregou para Jesus Cristo seis talhas cheias de água. Durante o culto, Apóstolo Estevam e Bispa Sonia explicarem que cada talha representa uma área importante no relacionamento conjugal. Acompanhe, a seguir, quais são elas:

1ª talha: satisfação

“Existem muitas coisas que só fazemos por impulso. Mas precisamos também fazer por amor, ou seja, pelo desejo de satisfazer o outro. Isso também inclui a área íntima”, disse a líder da Igreja Renascer.

Na Bíblia, está escrito para nos alegrarmos com os que se alegram, e para chorarmos com os que choram. Por que não aplicamos isso no casamento? Celebre as conquistas do teu marido. Alegre-se com as conquistas da tua esposa. Não deixe o pior para quem merece o melhor.

2ª talha: doação

Não existe amor sem doação, sem uma entrega. Você não se casou para divorciar. Você se casou para viver a bênção de Abraão.

Você passa mais tempo nas redes sociais ou com sua esposa? O melhor do teu tempo é pra quem?

3ª talha: respeito (1 Tessalonicenses 4. 1 a 7)

Aonde não tem respeito, não existe amor! A falta de temor de Deus tem acabado com as famílias. Quando fazemos algo que ofende ou defrauda o relacionamento, atraímos destruição. Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santificação. Santifique o seu casamento!

4ª talha: amizade (Gênesis 3.15)

Não procure amigos fora do casamento. O teu melhor amigo é teu esposo! A tua melhor amiga é a tua esposa. Você só é dois em uma só carne com aquele que Deus colocou do seu lado.

5ª talha: vida a dois (Gênesis 2.24 e Amós 3.3, Mateus 18.20 e Mateus 18.19)

A grande crise da sociedade é a crise moral. O conceito de família tem sido colocado em cheque. Espiritualmente, Deus nos trata como um. A dor do seu marido é a sua dor. A alegria da tua esposa é a sua alegria. A concordância é um caminho para a unidade.

6ª talha: vida espiritual (Efésios 5.18 e Mateus 6.33, Tiago 4.7)

Nosso casamento só existe, porque temos uma vida espiritual. Que a prioridade do seu casamento seja o Senhor. Um casamento sem vida espiritual é um casamento fundamentado na areia, ou seja, na primeira tempestade, ele vai sucumbir. Coloque Jesus Cristo no seu casamento.

Leiam a palavra de Deus, juntos! Adquiram o habito de orar, juntos! Os dias são maus, mas quanto mais perto estamos da luz, mais fortalecidos nós ficamos. Lembre-se de que a tua felicidade não começa em uma casa nova, ou seja, não começa nos valores materiais, mas em Cristo.


Desatar para caminhar

Depois de 10 dias de consagração, chegou ao fim o “Jejum da Ressurreição de Lázaro”. Com transmissão ao vivo diretamente do Renascer Hall, o encerramento da campanha foi ministrado pelo Apóstolo Estevam Hernandes, na noite desta sexta-feira (29).



Na sequência Apóstolo Estevam leu o texto de João 11:39 - 44 e falou sobre, desatar para caminhar.

“Quando o Senhor Jesus chegou diante da sepultura de Lázaro, havia ali um milagre que não era para manifestar o poder de Deus, lá tinha um milagre profético que manifestava coisas profundas.  O Senhor Jesus se depara com Marta que cobra Jesus, como muitas vezes nós cobramos e ela diz: Senhor se tu estivesse aqui o meu irmão não teria morrido. Eu te pergunto, será que é verdade? Será que o plano do Homem é mais lógico que o plano de Deus? Jesus não estava lá, Lázaro morreu, mas havia um milagre profético para acontecer. E o que é um milagre profético? É aquilo que é realizado para que promessas se cumpram”, disse Apóstolo Estevam.

“Quando Jesus vai dialogar com Maria ele fala: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá. Jesus estava falando sobre dois aspectos. Primeiro sobre o espiritual, porque não adianta nada você julgar que tem uma vida aqui na terra boa, mas quando morrer ir para o inferno. Jesus estava falando sobre a vida eterna, que é o grande valor que nós temos, e que precisamos preservar, porque se você não tiver a perspectiva da vida eterna, tudo que você fizer aqui nessa terra será em vão”, declarou Apóstolo Estevam.

Apóstolo Estevam fala sobre o que você tem que fazer para que aconteça a ressurreição na sua vida:

Tire a pedra:

“Tira a pedra dos seus sentimentos, sobre as suas amarguras, daquilo que está enterrado e que te deixa sem esperança, daquilo que te impossibilita de ser feliz, tira a pedra que está sobre seus sonhos e que está atrapalhando a sua comunhão com Cisto. O Senhor disse: tire a pedra de onde lázaro estava sepultado a 4 dias. Nessa noite Ele está te dizendo para tirar a pedra que Ele fará um grande milagre na sua vida”, afirmou Apóstolo Estevam.

Tirar a pedra representa a salvação:

“Deus vai te salvar dos seus sentimentos malignos, a palavra de Deus para você é Deus vai desatar a sua vida. Você vai viver um plano de Deus não revelado na sua vida, e o que é isso? São segredos de Deus que o inimigo não poder ver. O inimigo só pode ter conhecimento daquilo que é lhe dado a conhecer. Deus tinha um plano superior na vida de lázaro, e qual era esse plano? Era o “pós ressurreição”, era aquele que iria com a sua vida a grande obra do Senhor Jesus”, declarou Apóstolo Estevam.



Destacada as características de cristo em sua vida:

“Nós somos muitas vezes carregados pela nossa característica humana, da nossa identidade problemática que foi morta lá na cruz com Jesus. A coisas na cruz que não ressuscitaram e nem vão ressuscitar e uma das coisas é o seu passado desgraçado”, conclui Apóstolo Estevam.

Redação iGospel
Fotos: Sarah Brito

Lançamento do projeto Casais +QV

Neste sábado (30), a partir das 20 horas, acontece o lançaemnto do projeto "Casais +QV" (Mais que Vencedores), um projeto desenvolvido para quem busca um casamento à prova de divórcio.

O culto será transmitido do Renascer Hall, sede internacional da Renascer em Cristo, para todas as sedes estaduais do ministério. 


Serviço:
Lançamento do projeto Casais +QV
Data: 30 de julho (sábado)
Horário: 20 horas
Local: Todas as sedes estaduais da Renascer em Cristo e Renascer Hall
Endereço do Renascer Hall: Rua Dr. Almeida Lima, 1290 – Mooca (São Paulo/SP).

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Diário de Israel: Conheça o local onde Obede-Edom abrigou a Arca da Aliança

A Arca da Aliança, que estava sob domínio dos filisteus, foi levada novamente para Jerusalém. No caminho, os bois que puxavam o carro que a carregava tropeçaram, deixando-a cair. Uzá, um dos servos de Davi, estendeu suas mãos para segurá-la e acabou falecendo.

Para preservar a Arca, Davi, então, decidiu não levá-la mais. Obede-Edom, que era filisteu, abriu as portas de sua casa e a brigou durante três meses. Neste período, Deus o prosperou, conforme descreve o texto bíblico de 2 Samuel 6.1 a 19.

O local onde supostamente a Arca do Senhor foi preservada foi visitado pela Igreja Renascer em Cristo. Ali, Apóstolo Estevam Hernandes ministrou um culto. Acompanhe no vídeo a seguir:

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Justificados pela fé


Romanos 5.11 a 11: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança.

Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado. Porque Cristo, quando nós ainda éramos fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Dificilmente, alguém morreria por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém se anime a morrer.

Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque, se nós, quando inimigos, fomos reconciliados com Deus mediante a morte do seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida; e não apenas isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, por intermédio de quem recebemos, agora, a reconciliação.”

Nesta passagem, Paulo destaca alguns pontos importantes:

1º Nós somos justificados

Nós, muitas vezes, procuramos dar justificativas por causa de nossas atitudes, por causa da forma como nos vestimos, por causa de nossa postura... Achamos, erroneamente, que precisamos dar satisfações a homens, até mesmo em relação ao que não lhes diz respeito. Isso é uma prisão.

Jesus nos ensina que devemos amá-lo acima de todas as coisas. Então, não devemos ser reféns de opiniões alheias. Precisamos, em primeiro lugar, buscar agradar ao Senhor.

Nós somos justificados pelo sangue e pela obra que nós realizamos! E esta justificação nos traz liberdade, autenticidade e autoridade.

Cristo vive em nós, e estamos debaixo de suas onipotentes mãos. Nossa vida está no controle do Espírito Santo.

2º Temos que ter paz e equilíbrio nos momentos difíceis

É muito raro encontrar alguém que consegue ficar 100% equilibrado em momentos de crise. Os religiosos, então, só descansam quando recebem uma profecia. Em vez de recorrer à Palavra de Deus, ficam desesperados. Eles esquecem que, mesmo nos dias tempestuosos, o Senhor está no controle.

Paulo, por meio de suas experiências, nos mostra que é possível, sim, ter paz em dias de guerras. Ele disse: “A tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança. Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.”.

Precisamos entender que a nossa esperança, no Senhor, jamais será frustrada.

3º Somos reconciliados com Cristo

Em Cristo, nós somos um! Tudo o que nos separava d’Ele foi quebrado!

João 17.22: “Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos...”

Ser reconciliado é voltar ao estado original de filhos, herdeiros e coerdeiros com Cristo.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Jesus dá uma lição de humildade


João 13. 12 a 20 “Depois de lhes ter lavado os pés, tomou as vestes e, voltando à mesa, perguntou-lhes: Compreendeis o que vos fiz? Vós me chamais o Mestre e o Senhor e dizeis bem; porque eu o sou. Ora, se eu, sendo o Senhor e o Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros. Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.

Em verdade, em verdade vos digo que o servo não é maior do que seu senhor, nem o enviado, maior do que aquele que o enviou. Ora, se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as praticardes. Não falo a respeito de todos vós, pois eu conheço aqueles que escolhi; é, antes, para que se cumpra a Escritura: Aquele que come do meu pão levantou contra mim seu calcanhar. Desde já vos digo, antes que aconteça, para que, quando acontecer, creiais que EU SOU. Em verdade, em verdade vos digo: quem recebe aquele que eu enviar, a mim me recebe; e quem me recebe aquele que me enviou.". 

No momento de sua última santa ceia com os discípulos, ou seja, no seu último momento de comunhão, Jesus surpreende a todos, ao lavar, humildemente, os pés dos seus seguidores.

Aquela atitude nos mostra:

Em primeiro lugar, que, com Ele, somos um

Nós, em Cristo, somos um, porque, Em João 17.21, Ele disse: “Pai, que eles sejam um, assim como somos um!”.

Quando estamos em Cristo, Ele participa de nossas vidas. Ele participa das nossas dores e das nossas alegrias.

Mateus 28.20: “...eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.”

A humildade do senhor Jesus transmitia amor, lealdade e parceria. Ele não nos chama de servos, mas de amigos.

Ele nos ensinou que devemos nos humilhar debaixo das onipotentes mãos do Senhor.

Em segundo lugar, a soberania de Jesus Cristo

Jesus mostrou que, independente da posição que ocupamos, podemos ter atitudes de humildade e amor.

A arrogância nos cega. Quando estamos insuflados pelo nosso ego, deixamos de enxergar a necessidade do próximo.  

Em terceiro lugar, a revelação do que estava oculto!

Naquele momento de profunda comunhão, houve a manifestação de Lucas 12.2: “Pois nada há de oculto que não venha a ser revelado!”. Ali, o traidor foi revelado.

Deus revelará tudo o que estava oculto, e, por meio da comunhão e do amor, teremos vitórias. 

terça-feira, 26 de julho de 2016

Uma vida sem frutos é uma vida sem propósitos


Mateus 21. 18 a 22: “Cedo de manhã, ao voltar para a cidade, teve fome; e, vendo uma figueira à beira do caminho, aproximou-se dela; e, não tendo achado senão folhas, disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti! E a figueira secou imediatamente. Vendo isto os discípulos, admiraram-se e exclamaram: Como secou depressa a figueira!

Jesus, porém, lhes respondeu: Em verdade vos digo que, se tiverdes fé e não duvidardes, não somente fareis o que foi feito à figueira, mas até mesmo, se a este monte disserdes: Ergue-te e lança-te no mar, tal sucederá; e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.”

Nesta passagem, nós vemos que Jesus estava com fome, mas não encontrou frutos naquela figueira. Ele teve uma grande decepção ao encontrar somente folhas. Isso é uma grande lição para nós, porque há homens que causam profundas decepções. O que é uma decepção? É uma expectativa não correspondida. É algo que traz dor e muita tristeza.

O que podemos aprender com este episódio?

Em primeiro lugar, era época de frutos, mas a figueira não tinha frutos

É triste quando alguém tem raízes, alimentos, solo fértil, mas não tem frutos. Isto é um potencial perdido.

Judas 1.11 e 12: “Estes homens são como rochas submersas, em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se juntos sem qualquer recato, pastores que a si mesmos se apascentam; nuvens sem água impelidas pelos ventos; árvores em plena estação dos frutos, destes desprovidas, duplamente mortas, desarraigadas; ondas bravias do mar, que espumam as suas próprias sujidades; estrelas errantes, para as quais tem sido guardada a negridão das trevas, para sempre.”.

É tempo de dar frutos. Que você não seja apenas uma figueira cheia de folhas.

Em segundo lugar, a árvore tinha beleza, mas não tinha conteúdo

Frutos são gerados com dores, com sacrifícios. Há pessoas quem vivem um evangelho raso, porque não pagam um preço. Há muitas pessoas que vivem um evangelho cheio de discursos, mas pobre de atitudes.

Quando uma árvore não dá frutos, ela não sofre, porque deixa de extrair água da terra, de extrair minerais, e não precisa de alimentos para alimentar o fruto.  Deus não procura aparência, mas essência e conteúdo.

Quando Samuel chegou à casa de Jessé para ungir o futuro rei de Israel, ele olhou para Davi e não enxergou potencial, mas o Senhor disse: “Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração.”.

Em terceiro lugar, esterilidade atrai maldição

Os discípulos se assustaram porque Jesus amaldiçoou a figueira! Mas, sinceramente, não tinha mais sentido ela continuar ocupando espaço na terra.

Em João 15.5, Ele disse: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda!”.

Em Mateus 7.16, Jesus também afirmou: “Pelos frutos, vos conhecereis!”.

Que, a partir de hoje, você produza os frutos que o Senhor espera.

Em quarto lugar, precisamos ter uma fé inabalável

Se tivermos fé, faremos as mesmas obras que Jesus realizou e maiores ainda.  Jesus disse: “Tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis!”.

Chegou o tempo de abandonar a esterilidade. Tenha uma vida de frutos que alegram Jesus! Eles, com certeza, te habilitaram para coisas superiores.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Diário de Israel: Em Nazaré, Apóstolo mostra local onde Jesus passou a infância

Nazareth Village é um centro de estudos bíblicos que retrata a infância e a juventude de Jesus. Por este motivo, tornou-se um centro de peregrinação cristã. O local, que fica na cidade de Nazaré, possui réplicas de sinagogas, santuários e residências, como uma forma de reproduzir o contexto cultural da época.

A região faz parte do itinerário da viagem que a Igreja Renascer realiza anualmente em Israel. Em 2012, Bispa Sonia e Apóstolo Estevam Hernandes mostraram todos os detalhes do vilarejo. Veja como foi:


"O teu tempo de amarração acabou", profetizou o apóstolo

Neste domingo (24), o Apóstolo Estevam ministrou no culto das 19 horas, no Renascer Hall, em SP, sobre Atos 16.19-26, quando Paulo e Silas foram liberados da prisão através do poder sobrenatural de Deus. "É noite de liberações! É noite de você ser visitado pela glória do Senhor, porque vale mais um dia na casa do Senhor do que mil em outro lugar", iniciou o Apóstolo.


Ele explicou que Paulo e Silas foram acusados injustamente, porque haviam libertado uma menina de um espírito de adivinhação. Como ela trazia grande lucro aos seus senhores, Paulo e Silas foram denunciados e enviados para a prisão. Mas Paulo, como era um homem maduro, não se desesperou, pois tinha uma relação verdadeira com Deus. Eles começam a cantar na prisão e, quando deu exatamente meia-noite, veio o terremoto da liberação, a intervenção sobrenatural de Deus.

O Apóstolo Estevam comentou que o diabo tem amarrado os homens com toda espécie de males. "Hoje, existem mais de mil tipos de drogas que não são catalogadas, e os homens estão viciados de uma forma que nunca se viu antes. Isso significa aprisionamento. Satanás faz isso de forma sutil em todas as áreas. De repente, a família está tão amarrada que não existe mais paz. As pessoas estão amarradas às dívidas e às preocupações. Mas há um plano superior de Deus para nos liberar. Quando Paulo e Silas começaram a orar, o mundo espiritual se agitou e uma grande liberação de Deus chegou até eles. Nós vamos viver a interferência sobrenatural do Senhor", ministrou.


Mas para experimentarmos essa liberação é preciso:

1. Viver a liberação plena de pecados e acusações do passado - Jz 16.28-31

Sansão pecou e errou, mas quando se arrependeu e clamou a Deus, foi liberado de tal forma que Deus esqueceu do seu passado e lhe deu uma nova oportunidade. O Senhor enviou força e poder, e Sansão conseguiu destruir a casa onde estavam reunidos os principais filisteus, e eles morreram ali.

"Você está aqui hoje porque está debaixo de misericórdia. A religiosidade criou um deus cruel, que fica esperando você errar, mas esse não é o Deus da Bíblia.  O Nosso Senhor se compadece de nós e fica esperando para nos perdoar. Nós não entendemos e ficamos amarrados. Talvez seu coração esteja cheio de ressentimento e você está carregando mágoas interiores por erros que cometeu no passado. Às vezes, existem acusações tão grandes sobre a sua vida que você não consegue ser uma pessoa feliz e alegre, porque lá dentro existe uma raiz de amargura. Mas essa é uma estratégia de Satanás, porque a Palavra de Deus diz que, quando você se arrepende, Ele não se lembra mais dos seus pecados", ensinou o apóstolo.

E citou o Salmo 103. 9-12: Não repreende perpetuamente, nem conserva para sempre a sua ira.  Não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniquidades. Pois quanto o céu se alteia acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Quanto dista o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.  E Hb 10.17: Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades, para sempre.

"Deus não vai imputar sobre você mal algum por causa do teu passado. Você está debaixo da graça e tem justificação no céu, porque a sua liberação aconteceu na Cruz do Calvário (Col 2.14)", decretou.

2. Quando recebemos a liberação do Senhor, as amarras que nos impediam de prosperar são quebradas - Gn 41.1

José estava na prisão e parecia que havia sido esquecido lá, mas chegou o dia do plano de Deus se cumprir. Faraó teve um sonho, mandaram chamar José e ele se tornou o governador do Egito.

"Você que estava com seu casamento amarrado, com seu ministério amarrado, com sua vida financeira presa e amarrada, Deus vai te liberar! Hoje, eu vim aqui como profeta para te dizer que o teu tempo de prisão e amarração acabou. E começa agora um ciclo de poderosas liberações, em nome de Jesus! Receba no teu espírito!'


3 - A liberação me faz ir à presença de Deus para buscar meu milagre de livramento - Ester 8.3

"Nesta noite, você pode ir à presença do rei, pois Ele estenderá o cetro na sua direção, como aconteceu com Ester. O Senhor vai transformar a maldição em bênção, e eu profetizo um grande e poderoso livramento na sua vida. A arma forjada não vai prosperar; e se você estava chorando, aflito, por situações que não tem como controlar, o Senhor está te dizendo: 'Eu estou no controle'. Deus reverte situações e libera seus servos; no lugar da tua vergonha o Senhor te dará dupla honra (Is 61.7)",.

O apóstolo contou que, quando estava orando por essa Palavra, teve uma visão: "O Senhor me mostrou um homem manipulando marionetes. E à medida que esse homem mexias as cordas que prendiam o boneco, o humor mudava. O Espírito Santo me falou que é isso que Satanás tem feito com muitos servos de Deus. O inimigo prendeu essas pessoas com correntes e laços e tem feito delas verdadeiros marionetes. São laços invisíveis que estão ao nosso redor e que descaracterizam a nossa personalidade espiritual, transformando as pessoas em preocupadas, tímidas e retraídas. Mas em nome de Jesus, a obra já foi consumada, e o Senhor está cortando todos esses laços hoje. Você nunca mais será marionetes nas mãos de Satanás. Nunca mais sua vida vai ficar paralisada ou estancada".

E já para encerrar, o Apóstolo explicou: "Quando Paulo e Silas foram liberados, Deus tinha um grande plano para realizar, e o plano passava por essa liberação. Exatamente por isso, Paulo, não só foi liberado da prisão, mas foi jantar na casa do carcereiro e foi tratado com honra, pois descobriram que ele era cidadão romano. Da mesma forma, hoje você vai sair em honra para um novo tempo de Deus na sua vida, o tempo das grandes liberações!"


Fonte - iGospel

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Pensamento vencedor!


Filipenses 4.8 e 9: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco.”


É tão incrível porque, em dois versículos, Paulo resolve nossas vidas.

Nós estamos vivendo dias agitados. É uma constante pressão que, muitas vezes, nos leva a um desgaste emocional e, consequentemente, ao estresse. O que fazer para sair deste ciclo vicioso? Como manter o equilíbrio diante de situações que, aparentemente, são descontroláveis? Seguindo a Palavra de Deus e colocando minhas expectativas no lugar certo.

Hoje, eu quero te fazer a seguinte pergunta: O que tem ocupado os teus pensamentos? Talvez, sua resposta seja: “São tantas coisas que eu nem consigo classificar. O que eu posso dizer é que existem muitos pensamentos de acusação!”

As acusações podem ter duas origens: exterior – quando as pessoas nos julgam – e interior – a autoacusação –. Independente de onde elas vêm, uma coisa é certa: são estratégias do inimigo para nos intimidar e tirar nossa paz! Quebre isso da sua vida! Você é curado e liberto pelo sangue de Cristo.

Romanos 8.1: “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus.”.

O que mais tem ocupado seus pensamentos? As preocupações em relação ao futuro? Você tem sido dominado pela ansiedade? Lembre-se do que Jesus disse em Mateus 6.25 e 27: “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?”.

A ansiedade só existe para trazer tormento à nossa alma. Todos nós devemos ter preocupações, isso é um senso de responsabilidade. Mas esta preocupação não pode ser excessiva, a ponto de tirar nossa paz.

Se os seus pensamentos estão ocupados pelas acusações e pela ansiedade, não há espaço para as coisas de Deus.

Jeremias 29.11: “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais”.

Isaías 55.5: “Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.”

O que fazer para vencer as acusações e a ansiedade? Tendo pensamentos de vitória e esperança.

Romanos 5.5: “Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.”


Lamentações 3.21: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.”


Traga à memória o que te dá esperança, ou seja, louvores, virtudes e tudo o que é verdadeiro, respeitável, justo, puro, amável e de boa fama, assim como Paulo nos ensina.

33 conselhos para um casamento feliz

Confira, a seguir, 33 conselhos para um relacionamento feliz e duradouro:

1- Sempre profetize uma boa palavra;

2- Tenha o nome do amor da sua vida no seu corpo e no seu coração;

3- Sempre termine as brigas com uma oração;

4- Fale pelo telefone com a pessoa amada, pelo menos, três vezes ao dia;

5- Participe da vida do amor da sua vida;

6- Envie flores e compre presentes fora de época;

7- Não coloque o dedo na ferida;

8- Seja sempre verdadeiro pra ajudar;

9- Elogie;

10- Ajude sempre em todas as atividades;

11- Abra a porta do carro pra ela;

12- Assuma o teu lugar na relação;

13- Desligue o telefone celular duas horas por dia;

14- Almoce ou jante fora pelo menos uma vez por mês;

15- Programe uma viagem de lua de mel;

16- Orem juntos de mãos dadas todos os dias;

17- Fale publicamente sobre o amor que você sente;

18- Façam obras de caridade juntos;

19- Façam estudos bíblicos juntos;

20- Tranquem a porta do quarto;

21- Pratique sexo sempre que você tiver vontade e, mesmo quando não tiver vontade, faça a vontade do outro;

22- Comemore datas especiais;

23- Nunca se despeça brigado;

24- Não acuse nunca daquilo que você perdoou;

25- Ouça com mais atenção;

26- Seja bem humorado;

27- Mantenha amizades que façam bem para o casal;

28- Exerça um ministério em conjunto;

29- Ande todas as milhas necessárias;

30- Aprenda a se humilhar e a ceder quando for necessário;

31- Nunca durmam brigados;

32- Nunca reclame do teu marido e da tua esposa com maldade. Em vez disso, ore;

33- Viva intensamente cada dia.

Serviço:
Lançamento do projeto “Casais +QV”
Data: 30 de julho (sábado)
Horário: 20 horas
Local: Todas as sedes estaduais da Renascer em Cristo e Renascer Hall
Endereço do Renascer Hall: Rua Dr. Almeida Lima, 1290 – Mooca (São Paulo/SP).

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Viver na dependência de Deus


Lucas 21.1 a 4: “Estando Jesus a observar, viu os ricos lançarem suas ofertas no gazofilácio. Viu também certa viúva pobre lançar ali duas pequenas moedas; e disse: Verdadeiramente, vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos. Porque todos estes deram como oferta daquilo que lhes sobrava; esta, porém, da sua pobreza deu tudo o que possuía, todo o seu sustento.”.

O Senhor Jesus nos dá uma tremenda lição. Muitas pessoas estão com a vida amarrada por causa de suas escalas de prioridades.

Mateus 6.21: “Porque, onde estiver o teu tesouro, aí também estará o teu coração”.

Onde está o seu coração? Você tem servido a Deus com integridade? Você ama Deus sobre todas as coisas? A sua relação com Deus está acima de tudo? Se não estiver, o seu coração, certamente, está corrompido.

Em Jeremias 17, está escrito que o nosso coração é desesperadamente corrupto, ou seja, ele pode, sim, nos levar a inverter nossa escala de prioridades.

Colocar algo ou alguém acima de Deus é sinal de idolatria. Há pessoas, situações e coisas que, sem perceber, você tem colocado no lugar do único que é digno de toda honra, glória e louvor.

Talvez, você esteja idolatrando sua casa, seus filhos, seu emprego, ou até mesmo uma enfermidade, porque você tem vivido em função dela. É ela quem determina seu humor e sua rotina. Talvez, você esteja idolatrando um relacionamento. Você, de repente, deixou os amigos, a família e o ministério de lado.

Em Mateus 6.33, Jesus disse: “Buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”. Uma das leis deixada pelo Senhor foi “não terás outros deuses além de mim”.

Está na hora de você rever sua escala de prioridades. Está na hora de você, verdadeiramente, entregar seus caminhos ao Senhor, confiar n’Ele, porque o mais Ele fará.

Naquele momento de entrega de ofertas, Jesus viu os ricos entregando esmolas e não deu muita importância, porque, simplesmente, era um ato religioso. Um ato religioso, sem amor e sem um propósito não diz nada diante de Deus. Mas, na sequência, chega aquela viúva pobre e entrega duas moedinhas. Com certeza, em comparação às outras ofertas, aquele valor era baixo, mas Jesus Cristo não olha o valor que nós entregamos, mas o nosso coração. Ela entregou tudo o que tinha! Se o Bill Gates, por exemplo, entregasse tudo o que tem, ou seja, bilhões e bilhões, proporcionalmente, seria a mesma oferta que a aquela viúva entregou. Tudo é tudo, não importa se a pessoa possui muito ou pouco.  

Aquela mulher era desprendida, era liberal. Ela não estava preocupada com o dia de amanhã, mas em agradar a Deus.

Você tem entregado tudo ao Senhor? Ou você tem agido como aquele mancebo de “qualidade”, que não quis abrir mão de suas riquezas para seguir Jesus?

Aquela viúva tinha em seu coração a verdade de Gálatas 5.1: “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão.”.

Abrir mão de tudo o que gostamos e da segurança humana é sinal de muita fé.

Hebreus 10.38: “Mas o justo viverá pela fé...”

Hebreus 11.6: “Sem fé, é impossível agradar a Deus...”

Aquela viúva entregou uma oferta similar à oferta de Ester. Ester arriscou sua própria vida: “Se perecer, pereci!”. A fé delas estava acima de tudo, porque elas sabiam que estavam em um plano superior.

Nós precisamos colocar nosso coração no lugar certo. Precisamos exercitar mais a fé que pregamos e a verdade que acreditamos!

Sabe qual foi o fim daquela viúva? Dias de suprimento, dias de viver o que aquelas duas moedinhas jamais proporcionariam a ela. Precisamos ter consciência de que sempre, sempre, sempre o fruto será maior que a semente!

Aquela mulher aprendeu a viver na dependência de Deus e a viver a verdadeira liberdade no espírito.

 João 8.38: “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”

Tenha convicção de que o Senhor jamais de abandonará ou te desamparará. Nele, o seu trabalho não é vão. Que a atitude desta viúva seja um grande exemplo para a sua vida. 

terça-feira, 19 de julho de 2016

Três palavras-chave para a manifestação do milagre


Lucas 7.1 a 10: “Tendo Jesus concluído todas as suas palavras dirigidas ao povo, entrou em Cafarnaum. E o servo de um centurião, a quem este muito estimava, estava doente, quase à morte. Tendo ouvido falar a respeito de Jesus, enviou-lhe alguns anciãos dos judeus, pedindo-lhe que viesse curar o seu servo. Estes, chegando-se a Jesus, com instância lhe suplicaram, dizendo: Ele é digno de que lhe faças isto; porque é amigo do nosso povo, e ele mesmo nos edificou a sinagoga.

Então, Jesus foi com eles. E, já perto da casa, o centurião enviou-lhe amigos para lhe dizer: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres em minha casa. Por isso, eu mesmo não me julguei digno de ir ter contigo; porém manda com uma palavra, e o meu rapaz será curado.

Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados às minhas ordens, e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu servo: faze isto, e ele o faz. Ouvidas estas palavras, admirou-se Jesus dele e, voltando-se para o povo que o acompanhava, disse: Afirmo-vos que nem mesmo em Israel achei fé como esta. E, voltando para casa os que foram enviados, encontraram curado o servo.”

É tremendo o poder ilimitado do Senhor Jesus. Aqui, neste texto, nós podemos destacar três palavras-chave: habilitação, humildade e fé.

Habilitação

Jesus voltou da Galileia para Cafarnaum, sua base ministerial. Naquela época, Israel estava debaixo do império romano. Cada região possuía um centurião, que comandava uma centúria – obviamente, composta por cem homens – e tinha autoridade absoluta.

Este centurião a quem a Bíblia se refere tinha um servo muito querido que estava à beira da morte. Para salvá-lo, ele, então, envia alguns anciãos, que suplicaram a Jesus: “Ele é digno de que lhe faças isto; porque é amigo do nosso povo, e ele mesmo nos edificou a sinagoga.”.

O que aquilo significava? Aquele servo tinha uma habilitação, ou seja, um memorial diante de Deus.

O ser humano, muitas vezes, se preocupa, como os faraós, em construir pirâmides e fazer delas o seu túmulo. Mas o Senhor Jesus disse, em Mateus 6.19, que devemos ajuntar tesouros no céu, onde a traça, nem a ferrugem pode destruir.

Aquele homem, sem saber, estava se habilitando. Ele construiu uma sinagoga para que o nome do Senhor fosse glorificado. Ele tinha uma oferta, que, assim como a de Abel, clamava. Era a oferta de Hebreus 11.4: “Pela fé, Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício do que Caim; pelo qual obteve testemunho de ser justo, tendo a aprovação de Deus quanto às suas ofertas. Por meio dela, também mesmo depois de morto, ainda fala.”.

Nós precisamos ter uma vida de entrega. Precisamos ter uma relação verdadeira com Deus. No dia mau, se você não tiver habilitação, certamente, será destruído.

O rei Ezequias é outro grande exemplo de habilitação. Depois de receber, da boca do profeta Isaías, a revelação de que iria morrer, ele clamou: “Senhor, eu abri as portas da tua casa. Eu limpei o templo. Eu fiz o que era reto diante do povo.”. Ele colocou sua vida diante de Deus, e aquela sentença foi quebrada.

Estes homens que a Bíblia cita plantaram no passado o milagre que iriam colher lá na frente.

1 Coríntios 15.58: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.”

Humildade

1 Pedro 5.6: “Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte...”.

Os prepotentes são dignos de dó. É digno de dó aquele que se vale de uma posição para subjugar os outros.

Aquele centurião era extremamente poderoso, e Jesus, por outro lado, era um homem simples, sem beleza e formosura. Só que ele sabia que Jesus era o Filho de Deus e que tinha poder para realizar aquele milagre. O centurião, que morava na melhor casa de Cafarnaum, se esvazia da sua posição e se humilha: “Não sou digno de que entres em minha casa. Por isso, eu mesmo não me julguei digno de ir ter contigo; porém manda com uma palavra, e o meu rapaz será curado.”.

Ele pediu para que Jesus dissesse somente uma palavra. Como eu creio nisso. Um simples gesto do nosso Deus pode mudar sua história. Mas, para que o milagre aconteça, precisamos deixar de ser prepotentes, ou seja, de achar que não precisamos de ninguém.



Hebreus 11.1: “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.”

Aquele centurião, mesmo não sendo judeu, tinha muita fé. Jesus, inclusive, disse: “Afirmo-vos que nem mesmo em Israel achei fé como esta!”.

Sabe qual é a conclusão que eu chego? Há pessoas no mundo que têm mais fé que os filhos de Deus. Aquele homem não seguia Jesus, mas sabia que a solução estava n’Ele!

Você está enfermo? Sua solução está em Jesus! Você está solitário? Sua solução está em Jesus! Você está frustrado? Sua solução está em Jesus!

Aquele homem tinha plena convicção de que seu servo seria curado!

Salmo 107.20: “Enviou-lhes a sua palavra, e os sarou, e os livrou do que lhes era mortal.”

Jesus enviou a sua palavra e livrou aquele servo do que lhe era mortal. Jesus nem precisou entrar na casa do centurião, Ele nem precisou orar com imposição de mãos.

Hoje, eu creio que o Senhor tem uma palavra de cura para a sua vida!

Humilhe-se debaixo das onipotentes mãos do Senhor, tenha fé, e você viverá o milagre!

O mesmo Jesus Cristo que estava em Cafarnaum está aqui! Ele é o mesmo ontem, hoje, e será eternamente.

Jejum da Ressurreição de Lázaro começa nesta terça

Nesta terça-feira (19), a igreja Renascer em Cristo inicia o Jejum da Ressurreição de Lázaro. O culto de abertura da nova campanha será realizado em dois horários: 10 e 20 horas.


 No Renascer Hall, sede internacional do ministério, no período da noite, a palavra será ministrada pelo Apóstolo Estevam Hernandes.

Até o dia 29 de julho, nós vamos jejuar todos os tipos de doce. Todos os dias, durante o jejum, seremos ministrados em nossas igrejas. Será um período de consagração e de meditarmos na Palavra de Deus.

Texto-base da campanha:

João 11. 17 a 45: Chegando Jesus, encontrou Lázaro já sepultado, havia quatro dias. Ora, Betânia estava cerca de quinze estádios perto de Jerusalém. Muitos dentre os judeus tinham vindo ter com Marta e Maria, para as consolar a respeito de seu irmão. Marta, quando soube que vinha Jesus, saiu ao seu encontro; Maria, porém, ficou sentada em casa. Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se estiveras aqui, não teria morrido meu irmão. Mas também sei que, mesmo agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá. Declarou-lhe Jesus: Teu irmão há de ressurgir.

Eu sei, replicou Marta, que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia. Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto? Sim, Senhor, respondeu ela, eu tenho crido que tu és o Cristo, o Filho de Deus que devia vir ao mundo. Tendo dito isto, retirou-se e chamou Maria, sua irmã, e lhe disse em particular: O Mestre chegou e te chama.

Ela, ouvindo isto, levantou-se depressa e foi ter com ele, pois Jesus ainda não tinha entrado na aldeia, mas permanecia onde Marta se avistara com ele. Os judeus que estavam com Maria em casa e a consolavam, vendo-a levantar-se depressa e sair, seguiram-na, supondo que ela ia ao túmulo para chorar. Quando Maria chegou ao lugar onde estava Jesus, ao vê-lo, lançou-se-lhe aos pés, dizendo: Senhor, se estiveras aqui, meu irmão não teria morrido.

Jesus, vendo-a chorar, e bem assim os judeus que a acompanhavam, agitou-se no espírito e comoveu-se. E perguntou: Onde o sepultastes? Eles lhe responderam: Senhor, vem e vê! Jesus chorou. Então, disseram os judeus: Vede quanto o amava. Mas alguns objetaram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer que este não morresse? Jesus, agitando-se novamente em si mesmo, encaminhou-se para o túmulo; era este uma gruta a cuja entrada tinham posto uma pedra. Então, ordenou Jesus: Tirai a pedra. Disse-lhe Marta, irmã do morto: Senhor, já cheira mal, porque já é de quatro dias.

Respondeu-lhe Jesus: Não te disse eu que, se creres, verás a glória de Deus? Tiraram, então, a pedra. E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou porque me ouviste. Aliás, eu sabia que sempre me ouves, mas assim falei por causa da multidão presente, para que creiam que tu me enviaste. E, tendo dito isto, clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora! Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir. Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo visitar Maria, vendo o que fizera Jesus, creram nele.”

Confira os temas da campanha:

1) VENCER A VISÃO DA MORTE

2) OUVIR A VOZ DO ESPÍRITO

3) VENCER O ESPIRITO DO CONFORMISMO

4) NAO ENTREGAR SE AO DESÂNIMO

5) CAMINHAR NA DIREÇÃO DO MILAGRE

6) ESMAGAR O ESPÍRITO DE MORTE DEBAIXO DOS PÉS

7) CRER QUE O MOVER DA RESSURREIÇÃO ESTÁ LIBERADO

8) TIRAR A PEDRA

9) SAIR PARA FORA DA SEPULTURA

10) SER DESATADO.

Serviço:
Início do Jejum da Ressurreição de Lázaro
Data: 19 de julho (terça-feira)
Horário: 10 e 20 horas
Local: Todas as igrejas Renascer em Cristo
Endereço da sede internacional: Rua Dr. Almeida Lima, 1290 – Mooca (São Paulo/SP)

domingo, 17 de julho de 2016

Reversão por amor

Neste domingo, 17 de julho, na Celebração da Família. Apóstolo Estevam falou sobre a reversão por amor. Ele leu o texto que está em 2 Reis 20.1-11. "A palavra do profeta veio para comunicar uma determinação do Senhor. Ezequias iria morrer, aquilo era algo definitivo, ele teria apenas um tempo para colocar a casa em ordem, mas o Senhor ouviu o clamor dele, que era um homem fiel, e ele viveu mais 15 anos", afirmou.


“Não sei quais as sentenças que foram lançadas contra sua vida, mas o Senhor está revertendo todas!”, disse ele. “Um tempo de Deus que você nunca viveu vai começar a partir de hoje na sua vida. O nosso Deus é o Deus dos impossíveis, Ele cura, opera, é um Deus que pode operar uma grande reversão. Quando a nossa história com o Senhor tem um memorial, nós podemos clamar diante dele, quando temos este memorial, como Ezequias tinha, Satanás não pode nos derrubar”, afirmou o apóstolo.

Veja a seguir os principais trechos da ministração:

Ezequias assumiu o trono com 25 anos, com 39 ele ficou doente, mas ele viveu até os 54 anos. Ezequias significa "o Senhor é minha força".

O que nos faz viver essa reversão?

1ª) Quando nossa história com Deus é um memorial (2 Coríntios 3.3).  Ezequias tinha honrado ao Senhor com sua vida, com seus atos e atitudes. Ele tinha frutos para apresentar ao Senhor, estas seriam as provas espirituais que tocaram o coração de Deus (Atos 9.39-41). Existem coisas na sua vida que o Senhor quer reverter, mas você precisa colocar sua casa em ordem! Dorcas costurou sua cura em vida! Tudo o que você tem feito pelas pessoas é um galardão para sua vida. Não viva uma vida problemática, mas sim uma vida produtiva espiritualmente. Tem áreas da sua vida que Deus vai ressuscitar por causa das suas entregas.


2ª) O quebrantamento e não o desespero é que mudam o coração de Deus em nossa direção (Salmo 34.18-19). Um coração quebrantado o Senhor não rejeita. Ezequias aceitou a palavra de Isaías, mas buscou um livramento, uma ressurreição pela humilhação (Isaías 57.15).

3ª) O profeta libera uma palavra de reversão (João 2.19-22). Deus pode mudar tudo, até o coração de reis e profetas. Deus quer trazer reversão.

Três ingredientes são a matéria prima de Deus para reversão:

1º) A Palavra (Salmo 107.20);

2º) A pasta de figo, o fruto do favor do Senhor (Deuteronômio 28.4). Quando Ezequias abriu o templo e fez aliança com Deus, as chuvas voltaram e a terra produziu figo (Isaías 3.10);

3º) O sinal do impossível (Salmo 86.17).

No período da ressurreição você vai voltar para o templo curado porque Deus irá reverter tudo o que era contrário.


Esta palavra de reversão está sobre a sua vida, Deus vai reverter todas as situações. Esta palavra de reversão traz coisas superiores, você e a sua casa vão viver os melhores anos das suas vidas. É um tempo profético que se cumprirá: daqui a três dias você vai voltar para o seu lugar de honra e todos aqueles que falaram besteira sobre você verão que Deus é Deus na sua vida! O fruto daquilo que você plantou, você vai colher no Senhor!

Prepare-se para viver os melhores anos da sua vida!

Fonte - iGospel

sábado, 16 de julho de 2016

Encerramento da “Campanha dos Valentes de Gideão

a noite deste sábado (16), a Igreja Renascer em Cristo encerrou a “Campanha dos Valentes de Gideão”.

O culto realizado na sede internacional do ministério foi transmitido para todo o país, por meio da Rede Gospel de Televisão e os internautas acompanharam através do site oficial da emissora evangélica e através do aplicativo para smartphone (Rede Gospel).


Durante a ministração, Apóstolo Estevam leu o texto bíblicode Juízes 7:9 – 23 que fala sobre a vitória dos 300.

“A grande vitória contra aquele povo, já estava ordenada pelo Senhor, então tudo em todas as áreas da sua vida já está ordenado pelo Senhor, basta apenas se consumar, Deus já preparou todas as coisas, e consequentemente vai acontecer. Deus usaria métodos completamente diferentes, nós muitas vezes ouvimos testemunhos gloriosos que nos edifica, os testemunhos demonstram o poder de Deus e a maneira como Ele age”, afirmou Apóstolo Estevam.

“Quando Deus disse para Gideão descer no arraial que ele ia ouvir o que eles estavam falando, e eu quero que você entenda essa palavra, porque vai chegar um momento na sua vida, que satanás não vai mais conseguir falar palavras de maldição contra você, eu creio que nós nos envolvemos tanto com os planos de Deus, que nós somos tomados pelo poder do Espírito Santo, que o próprio satanás é obrigado a declarar a obra de Deus na sua vida, porque para Israel existe as bênçãos do Senhor”, declarou Apóstolo Estevam.

“Deus usou símbolos proféticos para que eles pudessem obter grande e poderosa vitória, e quais foram os símbolos proféticos que eles receberam? Eles estavam lá, e Gideão era um tremendo general de Deus, um estrategista porque ele recebia estratégias de Deus, e ele disse: amanhã nós vamos lutar e vamos contra o acampamento dos midianitas. E lá estavam midianitas, amalequitas e todos os povos do oriente, e eles eram em uma quantidade tão grande que não se conseguia contar, assim como a areia do mar, e Gideão estava com 300 homens,e Deus disse para ele: Separe a fileira do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Entregue a eles aquilo que eles nem imaginam, entreguem um cântaro vazio, uma tocha e uma trombeta. Deus não precisa de métodos humanos, Deus não age segundo os métodos humanos, Deus age segundo a vontade soberana Dele para confundir o inimigo”, disse Apóstolo Estevam.

Os quatro símbolos proféticos representavam:


“Em primeiro lugar a santidade: Você precisa se esvaziar completamente do seu velho homem,  Deus quando olha um coração quebrantado Ele se arrepende do que ia fazer, porque Deus é a justiça, agora rasga o teu coração e seja uma pessoa de oração, fuja das mentiras, pois quem quebra  o seu cântaro, vê as maravilhas de Deus, então santifica a sua vida”, diz Apóstolo Estevam

“Em Segundo lugar Deus disse: Levante a tocha. Quebre o vaso e levanta a tocha, significa ter a chama do Espírito Santo em meio à batalha”, afirma Apóstolo Estevam. Aquela tocha representava o Espírito Santo naquela batalha, e se você for uma pessoa sem glória o inimigo não te respeita, então seja cheio da glória de Deus”, conscientizou Apóstolo Estevam.

“Em terceiro lugar tenha o poder da palavra. A palavra de Deus na sua vida é poderosa. A palavra de Deus está em você, leve a palavra de Deus para a batalha. A palavra de Deus é como chuva, ela cai do céu e se ela acha terra fértil ela brota e nunca mais volta”, conclui Apóstolo Estevam.

“Em quarto lugar as trombetas são prenuncias de vitória: Todas as vitórias antes de acontecerem tem uma trombeta acontecendo, ou seja, a vitória esta chegando e Deus deu a seu povo esse poder. Quando a Vitória de Gideão chegou os 300 tocaram a trombeta e a glória de Deus foi chegando e ninguém entendeu nada, mas Deus entrou na batalha e ouve a vitória.

Fabíola Paz - Redação iGospel
Fotos: Fellipe Pupo, Karin Marcitello 

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Você não está desamparado!


Salmo 121: “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará aquele que te guarda. É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel. O SENHOR é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita.

De dia não te molestará o sol, nem de noite, a lua. O Senhor te guardará de todo mal; guardará a tua alma. O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.”

Neste Salmo, Davi derrama o seu coração e nos transmite verdades espirituais profundas. Ele começa dizendo: “Elevo os meus olhos para os montes. De onde virá o meu socorro?”. Esta é uma pergunta que todos nós devemos fazer. Por quê? Porque, muitas vezes, o nosso coração é enganoso, manipula nossas vontades e nos faz ter expectativas frustradas.

Muitas pessoas, ao verem a primeira oportunidade de obter algum benefício, correm atrás de braços humanos. Ficam na dependência de estrutura carnais, que são efêmeras e inseguras.

Você tem esperado o socorro de quem? Do seu chefe? Do seu marido? Do seu filho? Por melhores e especiais que sejam, você acha mesmo que eles têm condições de salvar sua vida? Não! Sabe qual é o problema? As relações humanas são baseadas em trocas, e trocas incertas! Mas a relação de Deus conosco é diferente, é desprovida de interesses, é uma relação de amor.

O seu socorro está naquele que te amou a ponto de entregar o seu único filho. O seu socorro está no Senhor! Profetize isso! Creia nisso! Viva isso! Encha-se dessa verdade.

Quando eu estou desamparado, meu socorro vem do Senhor. Quando eu estou sozinho, meu socorro vem do Senhor. Quando ninguém pode fazer nada por mim, o meu socorro vem do Senhor. O meu socorro está naquele que criou o céu e a terra! O meu socorro está naquele que diz em, Mateus 28.20: “... eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos...”.

Aquele que está conosco não cochila e nem dorme. No mundo espiritual, um pequeno cochilo pode desencadear em uma destruição terrível. Uma cochilada pode colocar vidas a perder. Mas o nosso socorro está naquele que está com os olhos inclinados sobre os fieis da terra 24 horas por dia, conforme está escrito no Salmo 101.6.

Ele está ao teu lado te guardando, te livrando e te amparado. De dia, não te atormentará o sol, nem de noite, a lua. Ou seja, o inimigo não pode te tocar. É a verdade de 1 João 5.18:  “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.”.

Ele também guardará a tua entrada e a tua saída. Jesus disse, em João 10.9: “Eu Sou a porta. Qualquer pessoa que entrar por mim, será salva. Entrará e sairá; e encontrará pastagem.”.

As entradas espirituais são os portais eternos. Deus abre estes portais para que tenhamos avanço e progresso no mundo espiritual. Deus abre os portais do entendimento, da unção, do conhecimento e da autoridade.

Em Apocalipse 3.7, o Senhor fala sobre a chave de Davi, e que as portas que Ele abre, ninguém fecha, e as portas que Ele fecha, ninguém abre. Por isso, em nome de Jesus, eleve seus olhos para os montes. Não ande mais cabisbaixo e sem motivações

Não seja mais roubado! Ande de cabeça erguida. Tome uma nova posição, e, assim como está em Hebreus 12.2: olhe, firmemente, para o Autor e Consumador da fé, Jesus Cristo. 

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Diário de Israel: Apóstolo Estevam atravessa o Túnel de Ezequias

Também conhecido como Túnel de Siloé, o Tunel de Ezequias é um aqueduto que foi escavado em uma rocha sólida, na cidade de Jerusalém, por volta de 701 a.C., durante o reinado de Ezequias.


Descrito por peritos como uma das grandes proezas de engenharia da antiguidade, o túnel conduzia o povo desde a Fonte de Giom até o tanque de Siloé e foi projetado para abastecer Jerusalém de água, durante um sítio organizado pelos assírios.

Bases bíblicas:

"Ora, o restante dos atos de Ezequias, e todo o seu poder, e como fez a piscina e o aqueduto, e como fez vir a água para a cidade, porventura não estão escritos no livro das crônicas dos reis de Judá?" - 2 Reis 20.22.

"Quando Ezequias viu que Senaqueribe tinha vindo com o propósito de guerrear contra Jerusalém, teve conselho com os seus príncipes e os seus poderosos, para que se tapassem as fontes das águas que havia fora da cidade; e eles o ajudaram. Assim muito povo se ajuntou e tapou todas as fontes, como também o ribeiro que corria pelo meio da terra, dizendo: Por que viriam os reis da Assíria, e achariam tantas águas?" - 2 Crônicas 32.2 a 4.

"Também foi Ezequias quem tapou o manancial superior das águas de Giom, fazendo-as correr em linha reta pelo lado ocidental da cidade de Davi. Ezequias, pois, prosperou em todas as suas obras." - 2 Crônicas 32.2.

Uma jornada inesquecível

O Túnel de Ezequias faz parte do trajeto da viagem que a Renascer em Cristo realiza anualmente em Israel.

Relembre, no vídeo abaixo, o momento em que Apóstolo Estevam Hernandes passou pelo local:


Caravana Apostólica 2016

No próximo mês de novembro, a Renascer em Cristo, em parceria com a Hebrom Turismo, levará centenas de pessoas para Israel.

Apóstolo Estevam e Bispa Sonia Hernandes conduzirão o grupo em uma jornada emocionante pelo local onde Jesus e a fé nasceram.

Além de conhecer os locais que marcaram a história do evangelho, a caravana participará da 4ª edição da Marcha para Jesus na Terra Santa.

"No Ano de Israel, nós iremos para Israel e realizaremos a Marcha para Jesus. Será uma viagem profética para o povo Deus", afirmou o líder da Renascer.

Os pacotes serão divididos nas categorias: 4 ou 5 estrelas e Mochileiros do O2 (de 18 a 25 anos de idade) ou Mochileiros do O2 Plus (26 a 30 anos).

Confira, a seguir, os locais que serão visitados:

Mochileiros do O2 e O2 Plus (13 a 21 de novembro):

Galileia: Mar da Galileia (passeio de barco), Banias, Cafarnaum, Tabgha, Monte das Bem-Aventuranças, Nazareth Village, Corazin, Rio Jordão (batismo e atos proféticos), Monte do Precipício, Fonte de Harode, Armagedon, Monte Carmelo e Jericó.

Jerusalém: Monte Scopus, Monte das Oliveiras, Porta dos Leões, Tanque de Betesda, Via Dolorosa, Jardim do Túmulo, Mercado Árabe, Davidson Center, Muro das Lamentações, Monte de Sião, Igreja do Galicantum, Cidade de Davi, Túnel de Ezequias e Tanque de Siloé.

4  e 5 estrelas (13 a 21 de novembro):

Galileia: Mar da Galileia (passeio de barco), Banias, Cafarnaum, Tabgha, Monte das Bem-Aventuranças, Nazareth Village, Corazin, Rio Jordão (batismo e atos proféticos), Monte do Precipício, Fonte de Harode, Armagedon, Monte Carmelo e Jericó.

Jerusalém: Monte Scopus, Monte das Oliveiras, Porta dos Leões, Tanque de Betesda, Via Dolorosa, Jardim do Túmulo, Mercado Árabe, Davidson Center, Muro das Lamentações, Monte de Sião, Igreja de Galicantum, Cidade de Davi, Túnel de Ezequeias e Tanque de Siloé.

Serviço:
Caravana Apostólica 2016
Data: 13 a 21 de novembro
Site da Hebrom Turismo: www.hebromturismo.com.br
Telefone: (11) 2639-0799


Fonte: Redação iGospel