sexta-feira, 24 de março de 2017

Não entregue os pontos!


2 Coríntios 4.16 a 18: “Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.”. 

O que o apóstolo Paulo descreve nesta passagem bíblica não é fruto de uma teoria, mas de experiências pessoais, verdadeiras e profundas. Ele enfrentou situações de abandono, solidão, perseguição e de enfermidades. Mas, mesmo assim, manteve sua fé inabalável.  

Nesta passagem, especificamente, ele nos mostra: 

Em primeiro lugar: O motivo de ele nunca ter desanimado 

Paulo não era um super-homem. Ele era uma pessoa comum. Mas ele sabia que, mesmo sofrendo na carne, o seu homem interior se renovava todos os dias, no Senhor. Ele tinha a chama da esperança viva em seu interior.  

A exemplo dele, não desanime. Não entregue os pontos! Não fique limitado às previsões humanas, porque a última palavra é sempre do Senhor, nosso Deus.  

O Senhor disse para Josué, no capítulo 1 algo que devemos transferir para a nós: “Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares!”. 

Sabe, uma das coisas que eu sempre paro para pensar é que Deus, em Juízes 6,não chamou Gideão pelas deformações que ele tinha, mas o chamou de acordo com a constituição que Ele havia dado a ele. Gideão estava acabado, destruído e com muito medo. Mas o Senhor disse:  “Homem valente, Eu sou contigo!”. 

Independente do que você esteja passando, no Senhor, você é valente, e Ele é contigo! 

Sabe por que eu nunca desanimo? Porque eu estou firmado em um Deus poderoso. Eu sei que Ele pode todas as coisas. Dentro de mim, há o poder da vida, da vida abundante. Eu estou firmado na Palavra do Senhor.  

Em segundo lugar, que nós precisamos entender e confiar no ciclo de Deus 

Paulo fala que a nossa leve e momentânea tribulação produz um grande peso de glória! 

Como tonar as nossas tribulações leves? Lançando nossa ansiedade sobre Jesus.  

1 Pedro 5.7: “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós.”. 

Se você acumular o peso destas situações que têm te afligido, você não vai suportar, mas, se você lançá-lo sobre Jesus Cristo e tomar o jugo d’Ele, que é suave, e o fardo d’Ele, que é leve, então, você, com certeza, sairá destas lutas vitorioso!  Outro detalhe importante é que a tribulação é momentânea! Ela está acontecendo agora, mas não acontecerá para sempre! Tem dia e hora para acabar!  

Em terceiro lugar, que nós devemos olhar para o lugar certo! 

Você está olhando para quem e para onde? Para seu vizinho que te humilha? Para as pessoas que te traíram? Para aquele chefe que foi injusto com você? Então, você está olhando para o que é temporário! Toda a criação de Deus é temporária! Mas as coisas que não se veem, estas são eternas.  

Começa a focar no que é eterno, como, por exemplo, sua salvação! Você é eleito, ungido e tem, pela frente, a eternidade com Cristo.  

Você não é uma alma vivente, que veio, vai morrer e vai reencarnar para sofrer de novo!  

Hebreus 9.27: “E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo...”.

Comece a focar na sua vida espiritual, comece a olhar para os valores da Palavra!  

Não desista da sua família, não desista do seu casamento, não desista do seu ministério e não desista dos seus sonhos! Ande de cabeça erguida, porque o Senhor já te deu condições para avançar. Ele abrirá caminhos. 

quinta-feira, 23 de março de 2017

Um alerta


Efésios 5.1 a 21: “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave. Mas a impudicícia e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeiem entre vós, como convém a santos; nem conversação torpe, nem palavras vãs ou chocarrices, coisas essas inconvenientes; antes, pelo contrário, ações de graças. 

Sabei, pois, isto: nenhum incontinente, ou impuro, ou avarento, que é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus. Ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por essas coisas, vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não sejais participantes com eles. Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz (porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade), provando sempre o que é agradável ao Senhor. 

E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. Porque o que eles fazem em oculto, o só referir é vergonha. Mas todas as coisas, quando reprovadas pela luz, se tornam manifestas; porque tudo que se manifesta é luz. Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. 

Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.”. 

Nesta passagem, o apóstolo Paulo nos deixa um alerta sobre a importância de conhecermos as obras das trevas. Nós não podemos ignorar os intentos do inimigo.  

O que ocorre é que, infelizmente, muitos acabam perdendo a consciência de que um dos princípios fundamentais do evangelho é a santidade. 

Nós precisamos ser separados, precisamos ser luz do mundo e sal da terra. As pessoas precisam olhar para nós e enxergar a presença do Senhor. Mas o que acontece? Exatamente o oposto. A permissividade e a falta de conhecimento da Palavra de Deus têm levado muitos a procurar o evangelho, visando somente o seu bem estar pessoal.  

Deus tem para nós o bem estar; isso faz parte do plano d’Ele. Mas, para que possamos experimentar e estar debaixo da vontade do Senhor, precisamos ser santos como Ele é santo. Precisamos andar em novidade de vida.  

Infelizmente, é muito comum nos depararmos com pessoas que se dizem servas de Deus, mas acabam tendo atitudes e reações piores do que a dos ímpios. Sem perceber, elas estão andando nas trevas. Para vencê-las, precisamos exercer a autoridade que o Senhor nos deu. De que maneira? Resistindo-as, ou seja, não ser participante das obras do inferno.  

Está na hora de você ser radical. Está na hora de o mundo começar a encontrar em nós algo diferente. Está na hora de sair das trevas e ser participante das obras de Cristo. É uma questão de escolha, porque ninguém pode servir a dois senhores.  

Paulo deixou também a seguinte mensagem: “Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará!”.  

Está na hora de despertar e assumir a missão que o Senhor tem para você! Está na hora de deixar a podridão do mundo e ser cheio do Espírito Santo.  

quarta-feira, 22 de março de 2017

Apóstolo Estevam completa 63 anos


22 de março é um dia de muita festa para os membros da Renascer em Cristo e para os colaboradores da Rede Gospel de Televisão, Rádio Gospel FM e iGospel.

É a data em que se comemora o aniversário do tão amado pai, marido, filho, avô, compositor, escritor, conferencista, apresentador pregador do evangelho e servo de Deus, Apóstolo Estevam Hernandes

Hoje, você vai conhecer a história deste grande homem visionário, que foi um dos responsáveis pela expansão do evangelho no país:


O Apóstolo Estevam Hernandes Filho é o fundador da Igreja Apostólica Renascer em Cristo. Com atuação profissional nas áreas de Marketing e Vendas, trabalhou como executivo em multinacional da área de tecnologia por cerca de 20 anos com grande sucesso, já manifestando uma de suas características espirituais, o pioneirismo. No final dos anos 80, recebeu um chamado de Deus e fundou a Igreja Renascer, juntamente com sua esposa, Bispa Sonia Hernandes. Abrindo mão da bem sucedida carreira, dedicou-se exclusivamente ao ministério.

Inconformado com a situação de opróbrio da Igreja de Jesus Cristo no país e consciente da religiosidade que assolava a nação, foi usado por Deus para trazer ao país o mover apostólico que resgata a plenitude da autoridade do Corpo de Cristo. Assim, tornou-se o primeiro apóstolo do país. O  exercício do seu apostolado tem gerado muitos outros apóstolos, não só no Brasil como no exterior.


Foi o responsável pela introdução e explosão da música gospel no país na década de 1980 e abriu as portas da Igreja para outras formas de manifestação artística. Sua atuação nos meios de comunicação revolucionou a mídia evangélica. Inaugurou a primeira rádio FM cristã e inovou na apresentação de programas de rádio e TV, que são referência até hoje.

Para realizar os sonhos de Deus e promover a unidade entre as denominações evangélicas, organiza, há 25 anos, a Marcha para Jesus, maior movimento popular do planeta. Como presidente da Marcha, trabalha pelo crescimento e maior participação das igrejas, sendo que a grande maioria já aderiu ao movimento. Hoje, quase todas as capitais brasileiras, além de muitas cidades do interior e do exterior, já organizam o evento.


Único apóstolo brasileiro membro do Conselho Internacional de Apóstolos, é autor de diversos livros como ‘A Caminho da Felicidade’, ‘O Caminho da Oração’, ‘Como Não Morrer no Deserto’, ‘Desafiando o Impossível’, ‘A Fumaça do inferno’, ‘As 7 Leis Espirituais da Colheita’ e ‘Milagres’. Em 2009, lançou a coleção ‘Fundamentos Apostólicos’, que reúne livros com revelações da Palavra de Deus.  No ano de 2012, Ano Apostólico de Mateus, ele lançou a primeira “Bíblia Apostólica” do mundo. A obra possui um conteúdo exclusivo, com estudos realizados pelo Apóstolo Estevam Hernandes.

Como presidente da CIEAB – Confederação das Igrejas Evangélicas Apostólicas do Brasil – tem colocado não só seu chamado e unção para abençoar o Corpo de Cristo, mas toda a estrutura da Igreja Renascer, promovendo crescimento, solidificação e unidade entre várias denominações. É também lider e fundador dos projetos "Homens de Aliança" e "Casais +QV.


Sem dúvida, uma vida incansável a serviço de Jesus Cristo, tendo sido provado e aprovado de todas as formas. Um homem que leva em seu corpo, alma, espírito e ministério as marcas do Evangelho. Nasceu na cidade de São Paulo, no bairro da Aclimação, no dia 22 de março de 1954. Filho de Estevam Hernandes e Ifigênia Hernandes, é o caçula de dois irmãos. É casado com a Bispa Sonia Haddad Hernandes, com quem tem três filhos: Fellipe Daniel Hernandes (Bispo Tid), Fernanda Hernandes Rasmussen e Gabriel Hernandes. O casal tem quatro netos. 


Redação iGospel

terça-feira, 21 de março de 2017

Livres da opressão da religiosidade!


Mateus 23.1 a 16: “Então, falou Jesus às multidões e aos seus discípulos: Na cadeira de Moisés, se assentaram os escribas e os fariseus. Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem. Atam fardos pesados [e difíceis de carregar] e os põem sobre os ombros dos homens; entretanto, eles mesmos nem com o dedo querem movê-los. 

Praticam, porém, todas as suas obras com o fim de serem vistos dos homens; pois alargam os seus filactérios e alongam as suas franjas. Amam o primeiro lugar nos banquetes e as primeiras cadeiras nas sinagogas, as saudações nas praças e o serem chamados mestres pelos homens. Vós, porém, não sereis chamados mestres, porque um só é vosso Mestre, e vós todos sois irmãos. A ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque só um é vosso Pai, aquele que está nos céus. 

Nem sereis chamados guias, porque um só é vosso Guia, o Cristo. Mas o maior dentre vós será vosso servo. Quem a si mesmo se exaltar será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque fechais o reino dos céus diante dos homens; pois vós não entrais, nem deixais entrar os que estão entrando! 

[Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque devorais as casas das viúvas e, para o justificar, fazeis longas orações; por isso, sofrereis juízo muito mais severo!]. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque rodeais o mar e a terra para fazer um prosélito; e, uma vez feito, o tornais filho do inferno duas vezes mais do que vós. Ai de vós, guias cegos, que dizeis: Quem jurar pelo santuário, isso é nada; mas, se alguém jurar pelo ouro do santuário, fica obrigado pelo que jurou!”. 

Mateus 5.37: “Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno.”. 

Nesta passagem, o Senhor Jesus faz um alerta. Ele exorta, com autoridade, os fariseus e os saduceus. Ele os chama de hipócritas, porque tinham uma vida dupla. Eram aproveitadores e exploradores da fé alheia. Impunham as leis, com o objetivo de destruir as pessoas, e não para conduzi-las ao caminho dos céus.  

É incontestável dizer que a nossa realidade não é muito diferente. A intolerância religiosa tem subjugado e matado muitos servos de Deus.  

Jesus destacou alguns pontos importantes, que são libertadores. Hoje, eu vou contextualizar alguns: 

Em primeiro lugar, Ele disse: “Ai de vós, escribas e fariseus, porque têm feito de tudo para que as pessoas não entrem no reino dos céus.”. 

O Senhor Jesus veio para salvar e buscar os perdidos. Essa ideia de que as pessoas precisam de autorização humana para entrar no reino de Deus é uma grande mentira. Nós fomos salvos e alcançados pela graça!  

Efésios 2.8: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus...”. 

A graça nos dá livre acesso a Jesus Cristo! A graça nos coloca na rota da eternidade! A graça nos liberta das opressões do inferno.  

Em segundo lugar, Ele afirma: “Ai de vós, escribas e fariseus, porque ficam rodeando as pessoas com suas doutrinas e mentiras. O objetivo de vocês é tirar as pessoas do caminho da graça”.  

Os religiosos querem, a todo o custo, impedir a obra de Deus. Eles não se importam com as vidas perdidas, mas com o seu próprio ego.  

Ainda que você tenha sido enganado pela religiosidade, lembre-se de que Deus se importa com a sua vida! Ele te ama!  

Joao 3.16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”.

Em terceiro lugar, Ele alerta: “Ai de vós, escribas e fariseus, porque vocês falam que podem jurar por todas as coisas, inclusive pelos templos.”. 

Aqueles religiosos deturpavam a Palavra de Deus para atenderem suas próprias conveniências. Em relação a eles, o Senhor Jesus é bem específico: “Não os imiteis!”.  

Querido, não trilhe mais este caminho de destruição, tire as capas da religiosidade e venha para a graça! Não importa como você esteja. 

Mateus 11.28 e 30: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.". 

O Senhor Jesus tem um novo tempo para a sua vida! Um tempo de alegria, paz e liberdade!

Conselho do Apóstolo: Não considero meu marido um bom pai

Todos os dias, Apóstolo Estevam Hernandes leva uma palavra esclarecedora aos ouvintes e telespectadores durante o programa “Renascer em Revista”, seu programa matinal na Rede Gospel de TV e de Rádio


Confira, a seguir, os conselhos que ele deixou para a Regina: 

Dúvida: Meu esposo e eu estamos casados há três anos, e temos uma filha de um ano. Tenho um bom marido dentro de casa. Mas não o enxergo como um bom pai. Sempre que eu tento tocar no assunto, ele fica nervoso e diz que é coisa da minha cabeça. Apóstolo, como faço para meu marido se tornar o pai que minha filha precisa?

Conselho: Para líder com uma situação como essa, precisamos de muita sabedoria. Em Tiago 1.5, está escrito: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.”.

Obviamente, você está tendo uma percepção diferente em relação à criação da sua filha. Além de expor o seu ponto de vista, é muito importante mostrar exemplos concretos, mas sem cobrá-lo, mostrar que, nesta fase, a participação do pai é importante.

É necessário que você tenha consciência de que existem homens que, por conta da criação que tiveram, não se envolvem em determinadas questões domésticas ou em tarefas que envolvem a criação dos filhos. Talvez, este seja o caso do seu marido. Mas isso não quer dizer que ele não ama sua filha, que ele não quer protegê-la ou que ele não seja um bom pai.

Com muita sabedoria e sem tom de cobrança, você deve começar a estimulá-lo e incentivá-lo. De que maneira? Chamando-o para fazer as atividades junto com você. Assim, as barreiras que existirem serão quebradas – sejam as barreiras da rejeição ou, até mesmo, as barreiras da falta de conhecimento. Uma relação próxima e profunda vai ajudá-lo a expressar o amor que ele tem.

Não deixe que esta dificuldade que ele tem seja um fantasma na relação de vocês. Esta nas tuas mãos fazer com que esta situação se reverta. Com inteligência, sensibilidade, sabedoria, paciência e doação, vocês vão conseguir chegar a um denominador comum e ingressar, juntos, nesta incrível jornada, que é a criação dos filhos. E, desta forma, vocês viverão a bênção da família.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Dicas para superar as frustrações profissionais


Uma pesquisa realizada em todo o país pela consultoria 4hunter apontou quais são os principais vilões da motivação profissional.

Para chegar à conclusão, 500 profissionais de diversas áreas em todo o país foram entrevistados. Entre eles, mais da metade alegou estar insatisfeito com o emprego atual. 62% do grupo dos desmotivados é composto pelo público masculino.

O diretor executivo da 4hunter, Carlos Felicíssimo Ferreira, dividiu a pesquisa em três motivos, veja a seguir:

1- Salário abaixo da expectativa


Em meio à crise financeira, ter o salário abaixo da média faz qualquer um perder o sono.  Para 31,6% os profissionais entre 21 e 28 anos, este é o principal fator desmotivador e limitador. Principalmente, porque os impedem de investir em momentos de lazer ou em seu desenvolvimento profissional.

2- Clima pesado no ambiente de trabalho


Depois de acordar cedo, encarar o trânsito e ainda passar um terço do dia em um ambiente odioso e intimidador desanima qualquer um. Entre os jovens, 24,1% tem o clima pesado como maior fator desmotivador.

3- Falta de reconhecimento profissional


O salário não é suficiente para motivar. Se o trabalho não trouxer desafios, e os seus desafios, o reconhecimento do bom papel que foi desenvolvido, os profissionais ficam totalmente desmotivados, e o trabalho se torna um peso.

Como reverter este quadro

Em entrevista ao portal iGospel, a Gerente de Compliance da Microsoft Juliana Nogueira Rocha deu algumas dicas para os profissionais que estão descontentes com o teu trabalho. “Para combater estas situações, o ideal é verificar todas as possibilidades antes de tomar uma decisão definitiva. Em relação ao clima pesado, muitas vezes, pode ser coisa da sua cabeça. Se não for, converse com seus colegas e, se precisar, com o seu gestor”, afirmou.


“Salário baixo nem sempre é sinal de que a empresa não te reconhece. Por isso, você precisa entender qual é a real situação da empresa, e, se ela te enxerga. Caso essa situação esteja alinhada, verifique se você bateu as metas, entregou tudo no prazo e se destacou acima do esperado. Se isso aconteceu, cobre uma posição”, aconselhou.

“Já em relação ao reconhecimento profissional, verifique como a empresa funciona, e se ela possui um histórico de reconhecer os funcionários. Com isso, você precisa ter em mente o que quer, e se está preparado para exercer aquela função”, concluiu.

Andando na contramão


Para que o ambiente mude, a disposição interior precisa mudar. É isso que aprendemos na Palavra de Deus. Nossa conquista começa no mundo espiritual.

Em uma de suas palestras realizadas em todas as segundas-feiras, na sede internacional da Igreja Renascer em Cristo, Apóstolo Estavam ensinou segredos de como ter as esperanças renovadas, independente das frustrações profissionais.

Ele usou como base a passagem bíblica de Zacarias 9: 12, que diz “Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também, hoje, vos anuncio que tudo vos restituirei em dobro.”.

“Espiritualmente, nós temos que entender que, sem esperança espiritual, nada acontece em nossas vidas. Eu posso esperar na minha capacidade pessoal, em um grande negócio, em uma fortuna que eu tenha para receber de herança. Tem gente que vive a vida inteira assim. Este é o problema de esperar humanamente que as coisas mudem”, afirmou.

“Nós, na nossa vida profissional, precisamos ter esta condição, que é a esperança espiritual. A esperança espiritual é um subproduto da fé e, ao mesmo tempo, aquilo que nos leva a ter fé, porque nós passamos a esperar em Deus. É natural o ser humano ser pessimista e sempre esperar o pior, principalmente quando o assunto é vida profissional, mas, com o Espírito Santo em nossas vidas, ficamos destravados e livres para crer no melhor”, ressaltou.

Para ter as motivações e as esperanças renovadas, o líder da igreja Renascer deixou três conselhos:

1- Restituição da fé na nossa vida profissional


A maioria das pessoas passa por um processo no qual o tempo, as lutas e as decepções fazem com que elas trabalhem somente por obrigação. Elas trabalham, simplesmente, para sobreviver. Apóstolo Estevam afirma que este sentimento é destrutivo. “A vida profissional vira um fardo, em vez de ser um prazer. As pessoas começam o expediente contando as horas para que o dia acabe. As pessoas contam o dias para que os finais de semana ou os feriados cheguem. Isso é uma sobrevida! Pessoas que têm este sentimento nunca vão render ou subir de posição no trabalho, porque envolvimento gera desenvolvimento. Como dizem: o único sucesso que vem antes do trabalho está no dicionário”, alertou.

“Quando eu tenho prazer interior significa que eu tenho fé e alegria. Você precisa crer que, do fruto do seu trabalho, o Senhor te abençoará”, complementou.

Dica 1: Faça de 2 Coríntios 5: 17 – “O justo não anda por vista, mas anda por fé" –, a sua verdade.

Dica 2: Creia que o seu trabalho é uma bênção, e que Deus abrirá as portas por onde você for! Tenha uma disposição interior.

2- Restituição do poder de guerra


Como já diz a máxima: “sem guerra, não há conquistas”, a força de trabalho é essencial para que haja reconhecimento e o desenvolvimento de novas habilidades.

“O nosso problema é que aquele ‘amem’ que nós entoamos no culto cai por terra quando recebemos a primeira má notícia no dia seguinte no trabalho”, declarou Apóstolo Estevam.

Além dos dados citados na pesquisa, o líder da Igreja Renascer acredita que existem mais três fatores que podem desestimular o ímpeto de guerrear:

1º O poder da palavra (cobranças, notícias ruins, metas...)
2º Pela influência que nós recebemos do comportamento alheio
3º Pelas próprias deformações e conveniências (é mais fácil correr, do que encarar)

Ele também destacou que a perseverança é essencial. “Tudo depende da sua capacidade de guerrear e lidar com as adversidades. Continue crendo, não deixe nada te intimidar. Não entregue os pontos”, destacou.

Dica 1: Tenha o comportamento de um vencedor.

Dica 2: Tenha uma posição firme e definitiva.

3- Restituição do positivismo


O negativismo é a resultante dos vilões da motivação profissional. Para combater este mal, Apóstolo Estevam aconselha uma comunhão maior com o Espírito Santo. “Quando estamos cheios do Espírito Santo, temos as características do Senhor. Em Neemias 8:12, está escrito: ‘A alegria do Senhor é a nossa força”, afirmou.

“Falta de dinheiro dá tristeza, é chato. Você trabalha tanto e, no final, não consegue comprar o que quer ou o que precisa. Eu não estou falando para você ficar feliz, mas para você buscar a felicidade. Eu estou falando para você guerrear por ela, seja uma pessoa positiva. A prosperidade não está no que você tem, mas está em você. A prosperidade não estava no Egito, estava em José. Acorde, sabendo que a maior alegria que podemos ter é a alegria da salvação. Este é o maior bem que nós temos”, destacou.

Ele também afirmou que é preciso batalhar para que haja a restauração da alegria. “Temos que buscar a restituição daquilo que Deus nos deu. Deus nos fez felizes, positivos! É só a gente olhar para qualquer bebê. Eles dão risadas e abrem aquele sorriso com as coisas mais simples da vida”, afirmou.

Dica 1: Medite em Filipenses 4: 4 “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos”.

Dica 2: Busque ser um diferencial, porque, com Jesus Cristo em sua vida, não tem como você dar errado. O sucesso começa dentro de você.


Dê um upgrade na sua carreira

Todas as segundas-feiras, a partir das 20 horas, a Igreja Renascer realiza as reuniões da AREPE (Associação de Renascer de Empresários e Profissionais Evangélicos).

O culto é direcionado para empresários, profissionais liberais e para pessoas que precisam de restauração e um direcionamento na área profissional.

No Renascer Hall, sede internacional da Renascer em Cristo, em São Paulo, as palestras são ministradas pelo Apóstolo Estevam Hernandes.

Serviço:
Culto da AREPE
Horário: 20 horas
Local: Todas as Igrejas Renascer em Cristo
Endereço da sede internacional: Rua Dr. Almeida Lima, 1.290 – Mooca


Redação iGospel

Informações: Exame

Culto da Família é marcado por homenagens ao Apóstolo Estevam

Neste domingo (19), às 19 horas, o Renascer Hall lotado – e decorado com balões, faixas e bolo – comemorou o aniversário de 63 anos do Apóstolo Estevam Hernandes.

O culto começou com homenagens das crianças do Renascer Kids, seguido dos adolescentes do Renascer Teen e do O2. O Renascer Praise também apresentou uma música especial ao líder da Igreja Renascer em Cristo.




O Bispo Pedro e os pastores também parabenizaram e presentearam o aniversariante, em nome da igreja e, em seguida, Bispa Fernanda Hernandes Rasmussen e família se reuniram para abençoá-lo e orar por ele.


Aproveitando a data, a Rede Gospel também preparou um emocionante, que destacou o ineditismo e a ousadia impulsionada pelo Apóstolo Estevam, desde a pequena produtora RGC, e que agora escreve um capítulo importante na história das comunicações, a digitalização da emissora – inaugurada em 1996 e, atualmente, considerada a maior do seguimento cristão no Brasil.

Em seguida, o líder da Renascer trouxe uma palavra restauradora e edificante, com base na passagem bíblica de 1 Samuel  7.5 a 14 e no tema “Os livramentos dos dias de Samuel”.

“Uma escravidão imposta por mais de 20 anos e marcada por consecutivas derrotas levou o povo a crer que eles jamais seriam vitoriosos novamente. Mas Deus preparou um poderoso livramento. Nunca podemos perder a perspectiva dos livramentos que nosso o Deus pode trazer”, afirmou.

 

Confira, a seguir, os principais trechos da ministração:

Precisamos ter consciência de que:

1. Pelo sacrifício de Cristo, vivemos todos os livramentos visíveis e invisíveis (1 João 5.18 e 19);

2. Deus manifesta seu livramento no campo de batalha (1 Samuel 7.10);

3. Quando o Ebenézer é declarado, inicia-se um novo tempo de livramentos e progresso (1 Timóteo 4.15).

“O Ebenézer é o marco dos livramentos que se sucedem na Palavra de Deus e traz a restituição e um tempo de vitórias, como nos dias de Samuel. É tempo de grandes livramentos para o povo de Deus”, finalizou.




Redação iGospel